EX-PRESIDENTE DO PSDB DE MINAS É PRESO. ELE FOI SECRETÁRIO DO GOVERNO ANTÔNIO ANASTASIA

images
A Operação Aequalis, teve seis mandados de prisão cumpridos em Belo Horizonte (MG). E um dos detidos foi o ex-deputado federal Nárcio Rodrigues da Silveira (PSDB), que foi secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais durante o governo de Antonio Anastasia (PSDB), entre dezembro de 2010 e novembro de 2014. Anastasia é o relator do processo de impeachment de Dilma Roussef no Senado Federal. O ex-deputado Nárcio Rodrigues também foi presidente do PSDB em Minas Gerais. A operação envolve o Grupo Especial de Promotores de Justiça de Defesa do Patrimônio Público e a Polícia Militar (PM).
O fato pitoresco nessa história é que no dia da votação do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, na Câmara Federal, o deputado federal Caio Narcio (PSDB-MG), filho do ex-secretário, votou pelo afastamento da petista e citou seu pai. “Por um Brasil aonde meu pai e meu avô diziam que decência e honestidade não era possibilidade, era obrigação. Por um Brasil aonde os brasileiros tenham decência e honestidade”, afirmou o parlamentar no último dia 17 de abril, com uma bandeira do país nas mãos. É mais um que queima a língua com a sujeira escondida dentro da própria casa.

One thought on “EX-PRESIDENTE DO PSDB DE MINAS É PRESO. ELE FOI SECRETÁRIO DO GOVERNO ANTÔNIO ANASTASIA

  1. Não é esse Brasil que lutei e lutarei até quando Deus mi dar forças.Para deixar para as futuras gerações procriada por minha filha e outras filhas Brasileiras, estamos todos iniciando mudanças de cultura para os brasileiros e Brasileiras, a partir do Sacrifício da primeira Presidenta Mulher, assuntos que eram comentados, hoje e publicizado por vocês e outras imprensa e chega ao nosso conhecimento.Fora o Governo que quer continuar Presidente pôr alguns votos deste parlamentares, contrariando 54 milhões de Brasileiras e Brasileiros que foram as urnas. Lutar Lutar Lutar .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *