Professores em greve pedem ajuda da OAB para buscar acordo com o Estado

Professores-do-município-de-CapistranoCE-lutam-por-reajuste
Em greve há mais de dois meses, os professores estaduais participaram de uma audiência pública, hoje, na sede da OAB Ceará. A Ordem tenta intermediar um acordo entre a categoria e o Governo do Estado.
As negociações entre os professores estaduais e a Secretaria de Educação do Estado parecem não avançar. Problemas de infraestrutura nas escolas, falta de reajuste salarial e más condições de trabalho são alguns fatores que contribuem para a continuidade da paralisação nos estabelecimentos.
As dificuldades estruturais nas escolas foram mais uma vez apresentadas nesta audiência pública na sede da Ordem dos Advogados do Brasil, que tenta intermediar uma solução para o impasse entre o Governo e os professores. A ocupação de 62 estabelecimentos da Capital e interior pelos alunos também foi tema do debate. A Defensoria Pública busca um entendimento para a saída dos estudantes.
O Governo do Estado condicionou a continuidade das negociações do reajuste salarial ao fim da greve dos professores. A categoria pede um aumento de 12,67%.
O que agrava a situação é o fato da paralisação dos docentes do Estado ter sido decretada ilegal pela Justiça desde o dia 16 de maio.

 

 

 

anuncio clipping CIENTZ ANUNCIE+++

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *