Acúmulo de lixo atrapalha a frequência do novo Mercado dos Peixes

lixo
Frequentadores do novo Mercado dos Peixes reclamam da destinação do lixo no local. No período de alta estação, o movimento de clientes aumenta e não existe um ponto adequado para depositar os sacos de lixo, que se acumulam na lateral do novo mercado. O local é próximo a área de desembarque das mercadorias dos permissionários, que atuam nos boxes. “Não há outro local para depositar os entulhos e restos de mariscos e peixes”, ponderou o permissionário
Francisco Carlos.
O mau cheiro incomoda quem passa por aqui. O lixo é recolhido duas vezes por dia, mas o líquido fica no chão. No projeto original do novo Mercado dos Peixes, entregue em março deste ano pela Prefeitura, havia uma casinha destinada para armazenar o lixo até ele ser recolhido pela caçamba. Os permissionários dizem que ela nunca foi construída.
De acordo com a Associação dos Permissionários do Mercado dos Peixes, a reclamação pela falta de um local adequado para o lixo foi feita formalmente à Secretaria de Turismo de Fortaleza. Mas, por enquanto, não foi definida uma solução para o problema. “E já estamos em plena alta estação turística”, afirmou Luiz Vitorino, presidente da Associação dos Permissionários do Mercado dos Peixes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *