Governo Federal dá fim às desonerações para aumentar arrecadação

dinheiro-11-1024x682

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, anunciou o fim da desoneração para a maioria dos setores da economia. A medida entra em vigor em 90 dias. Segundo Meirelles, o impacto do fim das desonerações na arrecadação federal será de R$ 4,8 bilhões. Atualmente, cerca de 40 mil empresas se beneficiam do programa. Em 2014, eram 84 mil.
As exceções são transporte rodoviário, metroviário e ferroviário de passageiros, construção civil, obras de infraestrutura e comunicação.
A política de desoneração da folha começou em 2011 e foi lançada pelo governo Dilma Rousseff com o objetivo de estimular a geração de empregos no país e melhorar a competitividade das empresas.

Fraport promete se reunir com Latam sobre instalação do HUB em Fortaleza

download (12)O executivo Stefan Schulte, da Fraport, empresa que assume o controle do Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza, pelos próximos 30 anos, garante que pretende se reunir com a Latam Airlines sobre a possibilidade de ser instalado um HUB (central de conexão de voos) da companhia no terminal da Capital cearense. Schulte se reuniu com o prefeito Roberto Cláudio, que está em visita a  Alemanha.

A Fraport mostrou interesse em buscar novos voos de companhias sul-americanas e africanas para o Pinto Martins, em Fortaleza. Stefan Schulte disse a RC que pretende visitar o aeroporto de Fortaleza no próximo mês de julho.

Governadores do Nordeste vão cobrar recursos retidos pela União

IMG-20170329-WA0044

Governadores do Nordeste se reuniram nesta quarta-feira, dia 29 de março, no Palácio da Abolição, em Fortaleza. Na pauta do encontro, o impacto da reforma da Previdência para os estados.

Seis dos nove governadores do Nordeste participaram do encontro. Sergipe mandou o vice. Bahia e Maranhão não mandaram representantes. Um dos assuntos da reunião foi a renegociação fiscal dos estados com o Governo Federal. Os governadores nordestinos defendem uma posição única da região, por conta da dívida ser menor em relação a outros estados.

Mas o principal tema do encontro foi a proposta da reforma da Previdência, que está em tramitação no Congresso Nacional. “Há restrições dos governadores do Nordeste em relação às regras propostas  de aposentadoria dos trabalhadores da área rural”, avaliou Paulo Câmara, governador de Pernambuco.

Os governadores dos estados nordestinos vão pedir uma audiência com o presidente Michel Temer, em Brasília, no início de abril, para tratar de liberação de recursos da União em atraso.  “A maior preocupação é com o contingenciamento de recursos federais, principalmente, em relação a obras de maior porte que estão em andamento”, disse Camilo Santana, governador do Ceará.

Camilo Santana cobra R$ 1 bi do Governo Federal para finalizar linha do Metrofor

images (7)

Em conversa com internautas pelo Facebook, o governador Camilo Santana diz estar com uma pendência de R$ 1 bilhão de reais com o Governo Federal para finalizar as obras da Linha Leste do Metrofor. Segundo ele, isso seria a parte que completaria o aporte de R$ 300 milhões pelo Ceará, que ainda realizou uma tomada de crédito de R$ 1 bilhão com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).
O governador diz estar cumprindo agenda em Brasília para tratar com o Governo Federal sobre a continuidade da obra. A Linha Leste do Metrofor está parada, como também os “tatuzoes”, que são os equipamentos comprados para perfurar o chão na execução do túnel do metrô. 1 bi do Governo Federal para finalizar linha do Metrofor.

Recuperação fiscal dos Estados será votada na Câmara nesta quarta

images (8)

A Câmara dos Deputados, em Brasília, vota nesta quarta-feira, dia 29 de março, o projeto que institui o Regime de Recuperação Fiscal dos Estados e do Distrito Federal. A proposta teve a urgência aprovada há duas semanas, o que o libera de passar pela análise das comissões. Mas, por falta de acordo entre os líderes, ainda não foi votado.
Se aprovado pela Câmara, o texto, que é de autoria do Poder Executivo, segue para votação no Senado. Caso o Senado promova alterações, exceto se for apenas uma correção redacional, a Câmara tem de examinar as mudanças. Depois, o projeto é enviado à sanção presidencial. Caso o Senado não mexa no projeto, ele vai direto para a sanção.

Julgamento da chapa Dilma/Temer será na próxima semana

images (6)

O julgamento da ação que apura se a chapa Dilma-Temer cometeu abuso de poder político e econômico para se reeleger em 2014 foi marcado para começar na próxima terça-feira, dia 4 de abril. O TSE dedicará quatro sessões da semana que vem para se debruçar sobre o caso, que poderá levar à cassação de Temer e à convocação de eleições indiretas.

O Ministério Público Eleitoral (MPE) pede ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a cassação do presidente Michel Temer (PMDB) e a inelegibilidade da presidente cassada Dilma Rousseff (PT).

O Planalto diz apostar que o julgamento do TSE pode até começar na próxima semana, mas o término será a perder de vista.

Funcionários dos Correios vivem ameaça de demissão

correios-5

A situação é grave nos Correios. Em todo o País, a crise na empresa ameaça o emprego dos funcionários. Hoje, os Correios empregam mais de R$ 117 mil pessoas. Mas diante de uma situação financeira difícil, a Empresa Brasileira de Correios pode demitir entre 20 mil e 25 mil funcionários.
O prejuízo da empresa é de cerca de R$ 500 milhões e o programa de desligamento voluntário lançado pela instituição, para equilibrar as contas, tem adesões bem abaixo do esperado.
Entre 2006 e 2015, a folha de pagamento da estatal saltou de R$ 3 milhões para R$ 7,3 bilhões, com custos trabalhistas alcançando 62% dos gastos totais.

Prefeito Roberto Cláudio busca parcerias em viagem a Alemanha e Índia

rcmoroni

Uma viagem de seis dias. O prefeito Roberto Cláudio segue para uma missão comercial na Alemanha e na Índia, de 28 de março a 2 de abril. Neste período, o vice Moroni Torgan assume o comando da Prefeitura de Fortaleza.

Nesta quarta-feira, dia 29 de março, na Alemanha, RC vai apresentar a executivos da Fraport aspectos voltados ao potencial econômico, social e turístico da cidade de Fortaleza. A Fraport (Frankfurt Airport Services Worldwide) é a empresa alemã que administrará o Aeroporto Internacional Pinto Martins pelos próximos 30 anos. Na quinta, Roberto Cláudio fará uma visita operacional pelo Aeroporto de Frankfurt.

No próximo dia 31 de março, RC segue para Nova Deli, na Índia, onde participará da reunião anual do New Development Bank (NDB), instituição financeira do Brics. Na ocasião, Roberto Cláudio, único prefeito convidado do Brasil, ministrará uma palestra em seminário com representantes das demais Nações que compõem o bloco dos países em desenvolvimento (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul). Na ocasião, serão apresentados projetos que poderão ser financiados pelo Brics, inclusos no Plano Fortaleza 2040.

Programa Mais Médicos sofre com atraso no pagamento dos profissionais

images (5)

A situação de inadimplência do Governo Federal já causa problemas no Programa Mais Médicos. Profissionais contratados no último edital do Programa Mais Médicos estão sem receber o salário de quase R$ 12 mil.

Em fevereiro deste ano, 1.302 médicos brasileiros começaram a trabalhar em mais de 600 localidades do país. Eles foram contratados justamente para substituir cubanos, por determinação do governo de Michel Temer. Porém, cerca de 700 profissionais brasileiros não receberam qualquer quantia até o momento.

Tirou os cubanos e colocou os brasileiros para não pagar.

Fies está cada vez mais ameaçado pelo Governo Federal

images (4)

A alegativa é de custo alto para os cofres públicos e inadimplência crescente, que chegou a 53% em janeiro. Fato é que o Programa de Financiamento Estudantil (Fies) está cada vez mais ameaçado pelo atual Governo Temer.

Herança da era petista à frente da Presidência, o Fies facilitou o acesso de milhares de estudantes a universidades particulares. Agora, o Governo quer fazer uma revisão completa do programa. No ano passado, o custo global do Fies para o Tesouro Nacional chegou a R$ 32,2 bilhões.
O Ministério da Educação promete novas regras de acesso e pagamento das mensalidades estão prometidas para primeira quinzena de abril.

O que ficou de bom das gestões Lula e Dilma, definitivamente, está indo embora pelo ralo.