Operação tapa-buracos em CEs danificadas pelas chuvas começa em agosto

images (31)

O secretário de Infraestrutura do Estado, Lúcio Gomes, confirmou que o Governo vai iniciar neste mês de agosto a operação para tapar buracos nas rodovias estaduais, que ficaram danificadas na quadra chuvosa deste ano no Ceará. As que estejam em situação mais ruim devem entrar no plano de reconstrução.

Além disso, o Estado confirma mais R$ 405,1 milhões em investimentos para 300 km de estradas no interior em nova etapa do Programa Ceará de Ponta a Ponta.
O objetivo é beneficiar 27 municípios. 15 rodovias vão receber intervenção.

Governo do Estado promete apoio para resgatar prestígio do Sumov no futsal

IMG_20170731_162124_433~2

Uma boa notícia para o futsal cearense. O governador Camilo Santana recebeu nesta segunda-feira, dia 31 de julho, a diretoria do Sumov. Ganhou uma camisa e um livro de presente. O Governo do Estado vai apoiar o time e tentar resgatar o Sumov em nível nacional. A intenção é fazer um jogo do Sumov no ginásio do Centro de Formação Olímpica. Camilo quer inaugurar o ginásio resgatando o time, que é da terra e já foi seis vezes campeão da Taça Brasil de Clubes.

Termina nesta segunda o prazo para o saque das contas inativas do FGTS

images (29)

Quem ainda não sacou o dinheiro das contas inativas do FGTS, precisa saber que o prazo termina nesta segunda-feira, dia 31 de julho. Segundo a Caixa Econômica Federal, o dinheiro que não for retirado volta para a conta vinculada do empregado. Quem perder o prazo, só poderá usar os recursos nos casos previstos anteriormente, como para a compra da casa própria, na aposentadoria, em caso de demissão sem justa causa, quando a conta permanecer sem depósitos por três anos ou no caso de algumas doenças.
Mas há casos especiais. Quem comprovar que estava impossibilitado de sacar no período estabelecido pelo governo, como no caso de presos e de doenças graves, poderá retirar o recurso até o dia 31 de dezembro de 2018.

Reuniões em Brasília marcam o clima tenso antes da votação de quarta-feira

images (30)

O fim de semana foi de intensas reuniões em Brasília entre Michel Temer e equipe para traçar estratégias visando a votação da denúncia contra ele, na Câmara dos Deputados, nesta quarta-feira, dia 2 de agosto. A avaliação de aliados é que Temer tem hoje entre 230 a 250 votos, que seriam suficientes para barrar a denúncia.

Mas há preocupação no Planalto. Porque com essa avaliação dos votos,  é a base aliada não terá força para fazer o quorum necessário para a votação da matéria. Precisará da oposição, que poderá deixar o plenário é adiar a análise do pedido.

Para que a denúncia seja autorizada, ao menos 342 deputados terão que votar contra o parecer aprovado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), do relator Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG), que recomenda a rejeição da denúncia. Nesta terça-feira, dia 1º, está prevista a leitura do parecer de Abi-Ackel no plenário da Câmara.

PSDB continua no Governo, mas a maioria vai votar contra Temer na Câmara

images (27)

De acordo com o líder do PSDB na Câmara dos Deputados, Ricardo Tripoli (SP), dos 46 deputados tucanos, cerca de 30 devem votar pelo prosseguimento da denúncia contra o presidente Michel Temer na próxima quarta-feira, dia 2 de agosto. Mesmo assim, a direção do PSDB não toma uma decisão de entregar os cargos no Governo Federal. Parece o apego ao poder.

Os tucanos ocupam quatro ministérios: Cidades, Relações Exteriores, Direitos Humanos e Secretaria de Governo. O ministro Aloysio Nunes, das Relações Exteriores, que defende a permanência do PSDB no Governo, deu uma pista dos motivos para não abandonar Temer. Ele diz que seu partido precisa “baixar a bola” e deixar de pensar que abandonar o barco vá salvá-lo nas próximas eleições.

União paga primeira parcela do 13o para aposentados e pensionistas em agosto

images (28)

Aposentados e pensionistas vão sentir um alívio no bolso neste mês de agosto. O Governo Federal confirmou a antecipação da primeira parcela do 13º salário de aposentados e pensionistas do INSS. O pagamento vai injetar R$ 19,8 bilhões na economia em agosto e setembro.

A medida vai beneficiar 29,4 milhões de segurados que poderão receber a metade do 13º a partir do dia 25 de agosto.

O abono anual será efetuado em duas parcelas: a primeira corresponderá a até 50% do valor do benefício do mês de agosto e será paga juntamente com os benefícios do mês; e a segunda corresponderá à diferença entre o valor total do abono anual e o valor da parcela antecipada e será paga juntamente com os benefícios do mês de novembro.

Agosto promete ser de mais gastos com energia. Governo ainda estuda mais arrecadação

dinheiro_calculadora

A ordem no Governo Federal é arrecadar de todo o jeito. E o consumidor pagando a  conta. O mês de agosto promete. As contas de luz terão bandeira vermelha no mês de agosto. A decisão foi anunciada nesta sexta-feira, dia 28 de julho, pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Com a bandeira vermelha, a tarifa de energia terá cobrança adicional de R$ 3,00 a cada 100 kWh consumidos.

E o ataque aos bolsos do contribuinte não param por aí. Buscando alternativas para evitar um apagão fiscal, o governo começou a discutir maneiras para diminuir despesas e aumentar a arrecadação. Algumas das alternativas encontradas são elevar a contribuição previdenciária dos servidores federais de 11% para 14%, aumentar outros impostos além do PIS/Cofins sobre combustíveis, aumentar os cortes de gastos e ampliar o déficit primário de 2017, cuja meta é um rombo de R$ 139 bilhões. E tome mais arrocho.

Deficientes ganham passe livre para o transporte intermunicipal

unnamed (4)

Uma vitória para as pessoas com deficiência. O governador Camilo Santana lançou o passe livre para pessoas com deficiência e hemofilia nos ônibus e vans que integram o sistema de transporte rodoviário intermunicipal passageiros.

A medida beneficia usuários que sejam comprovadamente carentes. Ou seja, tenham renda per capita  inferior a um quarto do salário mínimo. Para fazer o cadastramento, o interessado deve acessar o site do Detran (central.detran.ce.gov.br). Em uma segunda etapa, a entrega dos documentos do pretendente ao passe livre é feita em postos específicos na Capital e interior. Para os movimentos de apoio às pessoas com deficiência, a conquista do benefício é um avanço para o setor. O governador Camilo Santana reforça que o passe livre vai facilitar o acesso dos deficientes ao transporte rodoviário.

O passe livre garante um assento em cada viagem realizada de ônibus e vans intermunicipais. O deficiente que necessitar de acompanhante ainda terá direito a outra passagem gratuita.

STF deve vetar efeito cascata da proposta de aumento feita pelo MPF

images (26)

A iniciativa dos Procuradores da República, que aprovaram uma proposta orçamentária para 2018 com previsão de reajuste de 16,38% para os membros da carreira continua repercutindo mal. No Supremo Tribunal Federal, há resistência da ministra Cármen Lúcia, em incluir também o reajuste no orçamento da Corte.
Os ministros do Supremo vão votar sua proposta orçamentária no dia 9 de agosto, em reunião administrativa. A tendência é que a proposta levada ao plenário não preveja reajuste para os magistrados no ano que vem.
Na terça-feira passada, o Conselho Superior do Ministério Público Federal incluiu, a pedido da futura procuradora-geral, Raquel Dodge, a previsão de reajuste no orçamento da instituição. A proposta original, feita pela equipe do atual procurador-geral, Rodrigo Janot, não contemplava o aumento.

Governo e oposição traçam estratégias para votação no dia 2 de agosto

unnamed (3)

Com a possibilidade de uma segunda denúncia do procurador Rodrigo Janot contra Michel Temer, o Palácio Planalto está mudando a estratégia. O governo está achando melhor esperar e tentar votar tudo de uma só vez. Não é certo que a votação da denúncia ocorra no dia 2 de agosto.

Enquanto isso, Temer busca fortalecer a tropa de choque. O Planalto promete uma debandada ministerial. Os 12 ministros que são deputados licenciados retomarão os mandatos para fortalecer o governo durante a discussão em plenário, na próxima quarta-feira.

Enquanto isso, a situação das contas públicas continua complicada e o corte de gastos já muda a rotina de universidades federais, que demitem terceirizados, reduzem consumo, cortam bolsas e paralisam obras.