MPE quer dar fim à farra das passagens aéreas na Câmara dos Deputados

images (54)

Deputados que abusam da cota de passagens aéreas no Congresso Nacional estão na mira do Ministério Público Federal. Cerca de 500 deles podem ter de ressarcir os cofres públicos com mais de R$ 50 milhões pelo uso indevido  da cota de passagens aéreas na Câmara Federal Entre 2007 e 2009.

Do total, cerca de 200 ainda mantêm mandato como deputado federal ou senador. São os casos dos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE).
Na relação aparecem ainda oito ministros do presidente Michel Temer, governadores de três unidades da federação (Distrito Federal, Maranhão e Sergipe), ministros do Tribunal de Contas da União, além de prefeitos. Na época, todos eram deputados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *