Empresas investem em renegociação de dívidas de consumidores inadimplentes

images (21)

A Enel, Fortbrasil Operadora de Cartões de Crédito e CDL estão realizando feirões de renegociação de dívidas. É uma oportunidade para quem está com o nome sujo, regularizar sua situação com os órgãos de proteção de crédito e voltar a comprar a prazo no fim do ano.

A negociação da Enel, antiga Coelce, poderá ser feita em todas as lojas de atendimento da concessionária de energia elétrica até 29 de dezembro. Clientes com dívida acima de 30 dias podem fazer o acordo. De acordo com a companhia, as condições de parcelamento podem variar conforme a situação de cada cliente. Em alguns casos, pode chegar à dispensa total de juros e sem atualização da dívida.

Em junho passado, a Enel realizou outro feirão com condições especiais e registrou cerca de 14.500 parcelamentos. Um resultado que mostrou disposição do cliente em resolver a inadimplência. A ideia é atingir novamente a meta neste fim de ano.

Outras empresas também aderem a renegociação. A Fortbrasil Operadora de Cartão de Crédito está parcelando em até 12 vezes o pagamento de dívidas. Os descontos no acumulado da pendência podem chegar até 85%. A ordem é recuperar o consumidor.

A Câmara de Dirigentes Lojistas tenta convencer os associados a oferecer melhores condições de pagamento para os clientes inadimplentes. No fim do ano tem muito consumidor disposto a colocar as contas em dia.

Programa Avance deve ganhar novos contemplados em 2018

images (20)

A partir do próximo ano, qualquer aluno que tenha estudado em escola pública e sendo de baixa renda poderá ser beneficiado no Programa Avance, que concede bolsas de estudo pagas pelo Governo do Estado. É o que confirma o governador Camilo Santana, que vai enviar  à Assembleia Legislativa projeto de lei que amplia o programa.

A ideia é contemplar estudantes inseridos em famílias de baixa renda que não tenham direito ao Bolsa Família. Pela proposta original do Avance, para solicitar a bolsa, o estudante deveria ter cursado o Ensino Médio na rede pública estadual, ser membro de família beneficiária do programa Bolsa Família, do Governo Federal, e ter obtido, pelo menos, 560 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), nas edições de 2015 ou 2016, além de estar matriculado no primeiro ano de graduação em uma Instituição de Ensino Superior credenciada pelo Ministério da Educação.

Pré candidatos ao Planalto começam a tomar posições

images (19)

Aos poucos, os pré candidatos à Presidência da República vão tomando suas posições no tabuleiro da sucessão de Michel Temer. A ex-ministra Marina Silva, da Rede Sustentabilidade, afirmou que irá decidir se concorrerá ao Planalto pela terceira vez até o Carnaval, em fevereiro.
Em artigo publicado em jornal, o apresentador da Globo, Luciano Huck anunciou que não vai concorrer à Presidência.

Já o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse que só confirmará se será ou não candidato à Presidência no primeiro trimestre de 2018.

Ivo Gomes entra com recurso no TRE para se manter prefeito em Sobral

images (17)

O prefeito de Sobral, Ivo Gomes, vai recorrer ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) da decisão do juiz Fábio Medeiros Falcão de Andrade, da 24ª zona eleitoral, de cassar o seu mandato e da vice Christianne Coelho (PT). Enquanto o recurso não for julgado, os dois seguem normalmente no exercício do mandato.

O juiz alegou abuso de poder econômico de Ivo Gomes na campanha de 2016 em ação impetrada pelo candidato derrotado à Prefeitura de Sobral à época, Moses Rodrigues (PMDB). Fábio Medeiros ainda determinou a inelegibilidade de ambos por oito anos e multa de R$ 40 mil para o prefeito e a vice.

O prefeito Ivo Gomes negou qualquer compra de votos na campanha e classificou a decisão do juiz eleitoral como “absurda”.

Acordo tucano fortalece Alckmin para disputa presidencial

images (18)

A paz foi selada no PSDB. O senador cearense Tasso Jereissati e o governador Marconi Perillo (GO) retiraram seus nomes da disputa para a presidência nacional do partido. O PSDB chegou a um acordo em torno do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin.
O acordo entre os três foi selado em um jantar com a presença do ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso. A composição fortalece o nome de Geraldo Alckmin como pré-candidato ao Palácio do Planalto em 2018 pelo PSDB.

Prefeitura de Fortaleza substitui 100 bicicletas no sistema de compartilhamento

images (16)

A Prefeitura de Fortaleza fará até o fim do ano a substituição de 100 bicicletas utilizadas no sistema de compartilhamento. 60 bicicletas novas já passaram a operar nas estações dos terminais Conjunto Ceará, Messejana e Siqueira. A segunda etapa terá outras 40 bicicletas novas nas estações dos terminais Parangaba e Papicu.

O programa de compartilhamento de bicicletas é coordenado pela Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos, através da Gestão Cicloviária de Fortaleza.

As novas bicicletas ganham o patrocínio da rede de supermercados Extra, Grupo Marquise, Unifor e Indaiá.

Assembleia deve registrar mudanças de bancada em 2018

images (15)

Com a ampliação da bancada governista na Assembleia Legislativa, deputados de oposição e situação devem migrar de legenda em 2018 antes do processo eleitoral no segundo semestre. A janela partidária ocorre até seis meses antes das eleições.

Alguns porque decidiram apoiar o Governo Estadual e outros pelo fato de suas agremiações terem passado para o lado de Camilo Santana e eles optaram em continuar na oposição.

A expectativa é que, pelo menos, oito parlamentares possam mudar de partidos. Entre as possíveis mudanças estão a deputada Silvana Oliveira, ainda no PMDB, mas que pode sair pra outra legenda. Quem também pode deixar o PMDB é o deputado Audic Mota. Silvana e Audic estão hoje alinhados ao Governo.

Quem também estuda mudar de partido é o deputado Heitor Férrer, hoje no PSB. Heitor faz oposição a Camilo Santana.

Julinho Filho pode trocar o PDT pelo PMB. Manoel Santana pode sair do PT e ir para o PC do B. Gony Arruda e Osmar Baquit vão deixar o PSD e Odilon Aguiar deve sair do PMB para alguma legenda de oposição.

Eunício Oliveira vê possibilidade de Reforma da Previdência chegar ao Senado em fevereiro

images (14)

Um encontro entre o senador cearense Eunício Oliveira, presidente do Senado, e Rodrigo Maia, presidente da Câmara, neste domingo, dia 26 de novembro, em Brasília,traçou estratégias quanto ao andamento da Reforma da Previdência. Maia quer aprovar o texto enviado pelo Governo Federal na Câmara ainda em dezembro. Caso isso aconteça, a reforma nas aposentadorias seguiria para o Senado em fevereiro, após o recesso parlamentar.

A expectativa é que a Reforma da Previdência vá para votação na Câmara entre os dias 7 e 15 de dezembro. Depois de uma revisão do Governo, a reforma traz um texto enxuto com mudanças na transição para solicitar a aposentadoria, alteração na idade mínima e retirada de privilégios de algumas categorias na hora de solicitar o benefício.

Manuela D’Ávila é atração em seminário sobre a mulher em Fortaleza

unnamedPré-candidata do PC do B à Presidência da República, a deputada estadual Manuela D´Ávila estará em Fortaleza nesta segunda-feira, dia 27 de novembro. Ela participa do seminário “16 Dias de Ativismo: Direitos, Lutas e Resistência”, promovido no Auditório Murilo Aguiar, da Assembleia Legislativa, pela Procuradoria Especial da Mulher.

O seminário terá ainda as presenças de Maria da Penha, Zelma Madeira, Roberta Viegas, Eleonora Menicucci, Daniel Costa Lima e Cristina Buarque.

Manuela D´Ávila dará entrevista coletiva no Comitê de Imprensa da Assembleia Legislativa, onde pretende explicar os planos do PC do B para o pleito de 2018.

Partidos de esquerda tentam reunir bloco para eleições 2018

images (13)

A costura começa em nível nacional, mas deve migrar para acordos em alguns estados como Minas Gerais, Pernambuco, São Paulo, Espírito Santo, Paraíba e Distrito Federal. Partidos mais à esquerda como PT, PDT, PSB, PCdoB e PSOL mostram disposição de alinhar um bloco visando às eleições 2018. Em termos de sucessão presidencial, as legendas articulam candidatura própria, mas a tendência é de união no caso de um segundo turno.

Dirigentes partidários das cinco legendas se reúnem na terça-feira, dia 28 de novembro, para discutir estratégias e alinhar pontos de convergência programática. O objetivo da reaproximação é também articular alianças nos estados.
Vale ressaltar a reaproximação do PSB, que rompeu com o governo Dilma Rousseff em 2013 ao apoiar o movimento pelo impeachment da então presidente petista e participar do primeiro escalão da gestão Michel Temer. O PSB voltou a dialogar com o PT e demais forças da esquerda.