Decisão de Capitão Wagner em apoiar Bolsonaro atrapalha ainda mais a oposição local

unnamed (4)

O deputado estadual Capitão Wagner, que está indo para o PROS, confirmou que vai formar um palanque no Ceará para defender a candidatura do deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) para a Presidência da República. Wagner diz se identificar com os ideais propostos por Bolsonaro.

No entanto, a escolha de Capitão Wagner desagrada setores da oposição local ao governador Camilo Santana. O principal deles é o senador Tasso Jereissati (PSDB). O tucano chegou até apontar o nome de Wagner para concorrer como candidato ao Governo do Estado em outubro. Mas Tasso não gosta da ideia do palanque para Bolsonaro.

Agora, que decidiu fechar com Bolsonaro, Capitão Wagner embolou de vez a situação da oposição, que continua sem candidato para a disputa no Ceará.

Outro fator é que o Capitão pode ganhar simpatia pelo lado de apoiar Bolsonaro para presidente. Mas por outro, deve afastar parte do eleitorado que não aceita as ideias radicais do pré candidato do PSL. Wagner deu, realmente, um passo radical à direita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *