Chuvas da pré estação não alteram a crise hídrica em reservatórios do Ceará

images (23)

As chuvas que caíram no Ceará, até agora, por causa do período de pré estação não alteraram o cenário de crise hídrica nos reservatórios do Estado. A Companhia de Gestão de Recursos Hídricos (Cogerh), alerta que dos 155 açudes monitorados no Ceará, 73 (47,09%) estão com volume morto ou seco.

São 126 reservatórios com capacidade abaixo de 30%. As bacias do Sertões de Crateús (0,22%) e Baixo Jaguaribe (0,96%) estão mais ameaçadas pela carência de chuvas. Os maiores reservatórios, Orós (5,76%), Castanhão (2,22%) e Banabuiú (0,46%) também continuam em baixa.
A quadra chuvosa começa em fevereiro é a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) aponta que há 40% de probabilidade de chuvas acima da média histórica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *