Posição de Eunício Oliveira enfraquece votação da Reforma da Previdência

images (5)

As declarações do presidente do Senado, Eunício Oliveira, de que a votação da Reforma da Previdência poderia ficar apenas para o mês de novembro foi uma “ducha de água fria” nas pretensões do Palácio do Planalto. Ainda sem votos suficientes para aprovar a proposta, o presidente Michel Temer tenta empurrar a reforma mesmo com incontáveis concessões já feitas aos parlamentares.

Está mais do que claro que senadores e deputados, mesmo simpatizantes com o Governo, não querem votar um projeto impopular em ano de eleição. Tem muito mandato em jogo em Brasília.

A avaliação é que a defesa de Eunício Oliveira do adiantamento da votação da Reforma da Previdência, enterra qualquer chance de o projeto ir realmente a votação ainda neste mês de fevereiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *