Sob pressão, ministra Cármen Lúcia coloca habeas corpus preventivo de Lula em votação

images (5)

A presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, cedeu à pressão e vai colocar, nesta quinta-feira, dia 22 de março, a votação em plenário do habeas corpus preventivo do ex-presidente Lula. O advogado do petista, Sepúlveda Pertence diz acreditar que o STF fará um “julgamento justo”.

Esta será a forma de livrar o ex-presidente Lula de uma prisão iminente. Com julgamento de recurso no Tribunal Regional Federal da 4ª Região marcado para a próxima segunda-feira, dia 26 de março, há possibilidade da prisão de Lula ser decretada em seguida. Se não conseguir o habeas preventivo, Lula pode seguir direto para o regime fechado.

Os ministros do STF se mostram divididos em relação ao tema da prisão após julgamento em segunda instância. O que vai acontecer nesta quinta-feira promete esquentar ainda mais o clima de sucessão presidencial. Afinal, os adversários de Lula consideram que se ele for preso, estará praticamente fora da corrida eleitoral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *