Mutirão nacional poderá garantir liberdade a presos provisórios no Ceará

images (5)

A ideia é diminuir a população carcerária. E o Ceará deve ser o primeiro estado brasileiro a receber um mutirão envolvendo defensores públicos e o Ministério Extraordinário da Segurança Pública para analisar a situação da ficha criminal de presos provisórios, o que pode antecipar a liberdade dos mesmos. A informação do ministro Raul Jungmann é que essa ação já possa ocorrer em junho.

Os beneficiados seriam detentos provisórios que cometeram crimes não hediondos, que poderiam ter a progressão de pena antecipada. Em todo o Brasil, há pelo menos 50 mil presos nessa situação. No Ceará, cerca de 65% da população carcerária são formados por presos provisórios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *