Juiz Sérgio Moro condena mais 13 réus em ação da Lava Jato

images (19)

O juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato na primeira instância, condenou o ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque e o ex-executivo da construtora OAS, José Aldemário Pinheiro Filho, conhecido como Léo Pinheiro, pelos crimes de corrupção passiva e ativa, respectivamente, em um processo da Lava Jato.
Outros onze réus também foram condenados no processo. Os investigados foram alvo da 31ª fase da Lava Jato, batizada de Abismo, e que foi deflagrada em julho de 2016. A ação investiga crimes de organização criminosa, cartel, fraudes licitatórias, corrupção e lavagem de dinheiro por meio de contratos da Petrobras.

Os condenados são:

Adir Assad – lavagem de dinheiro;
Agenor Franklin Magalhães Medeiros – corrupção ativa;
Alexandre Correa de Oliveira Romano – lavagem de dinheiro associação criminosa;
Edison Freire Coutinho – corrupção ativa e associação criminosa;
Genésio Schiavinato Júnior – corrupção ativa, lavagem de dinheiro e associação criminosa;
José Aldemário Pinheiro Filho – corrupção ativa;
José Antônio Marsílio Schwarz – lavagem de dinheiro e associação criminosa;
Paulo Adalberto Alves Ferreira – lavagem de dinheiro e associação criminosa;
Renato de Souza Duque – corrupção passiva;
Ricardo Backheuser Pernambuco – corrupção ativa, lavagem de dinheiro e associação criminosa;
Rodrigo Morales – lavagem de dinheiro;
Roberto Ribeiro Capobianco – corrupção ativa, lavagem de dinheiro e associação criminosa;
Roberto Trombeta – lavagem de dinheiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *