Sistema Único de Segurança deve ser sancionado na próxima semana

O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann e o general  Carlos Alberto Santa Cruz durante a coletiva nacional sobre a segunda fase da Operação Luz na Infância – a qual combate pedófilos agindo em todo o país.

O ministro de Segurança Pública, Raul Jungmann, diz que pedirá ao presidente Michel Temer prioridade na análise do projeto de lei que cria o Sistema Único de Segurança Pública (Susp). O projeto foi aprovado pelo Senado, após um processo de tramitação a jato: em menos de um dia, foi aceito na Comissão de Constituição e Justiça e em plenário. Agora, segue para sanção do presidente.

O objetivo da proposta é integrar dados e a atuação dos órgãos de segurança pública e defesa social dos 26 estados, além do Distrito Federal. Para Jungmann, o ideal é que o projeto seja sancionado até a próxima semana.

De acordo com o ministro, ao menos dois conselhos devem ser criados para dar suporte ao sistema, que vem sendo chamado de “SUS” da segurança. O primeiro deve integrar União, Estados e municípios e polícias.

Um segundo conselho será responsável por estabelecer metas e protocolos de atuação. Já a gestão do sistema caberá ao Ministério da Segurança Pública.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *