Rejeição do público feminino complica futuro da candidatura de Bolsonaro

images (46)

O discurso machista de Jair Bolsonaro (PSL) complica as projeções da candidatura dele à Presidência da República. Com uma rejeição elevada em todos os institutos de pesquisa é impossível pensar em vitória num segundo turno, qualquer que seja o adversário.

E mesmo internado, o candidato do PSL não para de criar desafetos, principalmente nas redes sociais. No Facebook, grupos contra Bolsonaro se multiplicam. Um dos maiores deles é o “Mulheres Unidas contra Bolsonaro”, criado durante a campanha eleitoral. O grupo soma a participação de mais de 2 milhões e 300 mil membros.

A campanha de Bolsonaro e os simpatizantes exploram bem as redes sociais, mas a rejeição ao candidato provoca discussões ácidas e até de intolerância. No Datafolha, Bolsonaro apresenta desaprovação de 44% e aparece no Ibope com 41% de rejeição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *