Haddad bateu duro em Bolsonaro ao chegar em Fortaleza e diz confiar na investigação do TSE

fernando-haddad-em-fortaleza-ceara-eleicoes-opovo

O candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, está em Fortaleza desde a noite desta sexta-feira, dia 19 de outubro. Neste sábado tem caminhadas previstas no Centro de Fortaleza e, à tarde, no Crato na Região do Cariri.

Após o desembarque na Capital, Haddad mostrou confiança na investigação do Tribunal Superior Eleitoral sobre a ocorrência de caixa 2 na campanha de Jair Bolsonaro.

O ministro Jorge Mussi, corregedor do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), aceitou denúncia do PT e abriu uma ação para investigar suposta compra de pacotes de disparos de mensagens no WhatsApp com conteúdos anti-PT, realizadas por empresário que apoiam a candidatura de Jair Bolsonaro (PSL).
Haddad bateu duro na “campanha suja” do candidato do PSL desde o 1° turno. E diz confiar na virada até o dia 28 de outubro, quando acontece o 2° turno das Eleições.
“Porque não é ganhar de um cara razoável. É ganhar de um trambiqueiro, é ganhar de uma cara destrambelhado. E não é qualquer mal que ele traz para política. É um mal que leva à violência, ao desrespeito. É evangélico desrespeitando católico, branco desrespeitando negro, homem desrespeitando, porque ele estimula esse tipo de coisa o tempo inteiro. Há muito tempo não víamos isso na política acontecer”, disse Haddad.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *