Bancada de Bolsonaro tenta aprovar pautas polêmicas no Congresso ainda este ano

images (38)

Parlamentares que apoiam o novo Governo Bolsonaro tentam aprovar pautas polêmicas no Congresso Nacional ainda este ano. Mas não será fácil. Na lista estão desde temas que serviram de bandeira de campanha do presidente eleito até medidas econômicas para tentar aliviar as contas no início do seu mandato.

Nesta semana, duas destas propostas até chegaram a ser pautadas, na esteira da euforia causada pela eleição de Bolsonaro, mas não foram votadas. No Senado, manobra de partidos da oposição impediu que o senador Magno Malta colocasse em votação texto que altera a lei antiterrorismo. Malta é o relator da proposta.
Em outra frente, parlamentares do PT, PC do B e PSOL na Câmara se organizaram para evitar a análise do projeto Escola sem Partido, que prevê uma série de medidas a serem adotadas em sala de aula contra o que defensores da ideia chamam de “doutrinação”.

Também há a expectativa de que o Congresso revogue o Estatuto do Desarmamento, flexibilizando regras como a compra e o porte de armas de fogo. Ainda há pressão para retomar a análise da Reforma da Previdência que foi enviada pelo presidente Michel Temer ao Congresso. Aliados de Bolsonaro querem que a proposta seja votada ainda neste ano para que o próximo presidente não tenha que se desgastar politicamente com uma questão polêmica logo no início do seu mandato, que se inicia em janeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *