Programa Mais Médicos sofrerá mudanças e deve receber um novo formato

IMG_20190207_062806

Ainda na campanha eleitoral, o então candidato Jair Bolsonaro, hoje presidente da República, anunciava que iria modificar o Programa Mais Médicos. Agora, o plano começa a sair do papel. A atual secretária de Gestão de Trabalho na Saúde, Mayra Pinheiro, anunciou o encerramento do preenchimento das vagas abertas após a saída de cubanos. Novos editais não devem ser abertos. Os profissionais já selecionados, no entanto, serão mantidos até o fim dos contratos.

Das 8.517 vagas abertas após o fim de participação de Cuba no programa, 1.462 ainda não foram preenchidas. O Ministério da Saúde planeja iniciar ainda neste mês um debate sobre os rumos do Mais Médicos, situação que poderá levar ao fim do programa nos moldes em que foi criado em 2013.
O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, quer um novo formato de programa que venha a garantir médicos em cidades com maior carência desses profissionais, que precisam ser custeados pela União.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *