Haddad volta a cobrar a presença de Bolsonaro nos debates de TV em ato político em Fortaleza

IMG_20181020_121449_216

Ao lado de lideranças políticas de esquerda, o candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, encerrou uma caminhada por ruas do Centro de Fortaleza com um ato político na Praça do Ferreira. Ele voltou a provocar o adversário Jair Bolsonaro pela ausência nos debates de TV. “Quem não tem plano de Governo, foge do debate”.
Haddad exaltou o trabalho desenvolvido pelo governador reeleito Camilo Santana (PT) e pela vice-governadora Izolda Cela, que receberam cerca de 80% dos votos no Ceará para mais quatro anos de mandato.
Após o almoço, a comitiva de Haddad segue para a Região do Cariri. Haverá atividades em Crato e Juazeiro do Norte.

Haddad bateu duro em Bolsonaro ao chegar em Fortaleza e diz confiar na investigação do TSE

fernando-haddad-em-fortaleza-ceara-eleicoes-opovo

O candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, está em Fortaleza desde a noite desta sexta-feira, dia 19 de outubro. Neste sábado tem caminhadas previstas no Centro de Fortaleza e, à tarde, no Crato na Região do Cariri.

Após o desembarque na Capital, Haddad mostrou confiança na investigação do Tribunal Superior Eleitoral sobre a ocorrência de caixa 2 na campanha de Jair Bolsonaro.

O ministro Jorge Mussi, corregedor do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), aceitou denúncia do PT e abriu uma ação para investigar suposta compra de pacotes de disparos de mensagens no WhatsApp com conteúdos anti-PT, realizadas por empresário que apoiam a candidatura de Jair Bolsonaro (PSL).
Haddad bateu duro na “campanha suja” do candidato do PSL desde o 1° turno. E diz confiar na virada até o dia 28 de outubro, quando acontece o 2° turno das Eleições.
“Porque não é ganhar de um cara razoável. É ganhar de um trambiqueiro, é ganhar de uma cara destrambelhado. E não é qualquer mal que ele traz para política. É um mal que leva à violência, ao desrespeito. É evangélico desrespeitando católico, branco desrespeitando negro, homem desrespeitando, porque ele estimula esse tipo de coisa o tempo inteiro. Há muito tempo não víamos isso na política acontecer”, disse Haddad.

Parceria com Porto de Roterdã promete impulsionar negócios no Complexo Portuário do Pecém

images (17)

O governador do Ceará, Camilo Santana, assinou o acordo entre os Portos do Pecém e Roterdã, da Holanda. A parceria promete garantir crescimento comercial do Complexo Portuário do Pecém, que passa a ter a gestão de executivos de um dos maiores portos do mundo.

Para fechar a participação no Complexo Industrial e Portuário do Pecém, o Porto de Roterdã, da Holanda, entrará com um investimento de aproximadamente 75 milhões de euros, cerca de R$ 364 milhões. O porto holandês pode adquirir até 49% das ações do equipamento cearense. A meta é ampliar a produção exportada no Pecém para 45 milhões de toneladas até 2030.
Prevista para ser concretizada em julho deste ano, a parceria entre o Porto do Pecém e o de Roterdã atrasou por causa de trâmites burocráticos e também devido ao período eleitoral.

Vox Populi contraria Ibope e Datafolha e mostra vantagem menor de Bolsonaro contra Haddad

pesquisas

Uma nova pesquisa divulgada na manhã desta sexta-feira, dia 19 de outubro, sendo através da Vox Populi/CUT aponta o candidato Jair Bolsonaro com 53% das intenções de votos válidos e Fernando Haddad com 47%. A diferença entre os dois é de apenas seis pontos percentuais, o que indica que a disputa eleitoral está aberta a pouco mais de uma semana do 2° turno.
Nos votos totais, considerados brancos, nulos e indecisos, o número é de 44% para Bolsonaro e 39% para Haddad, uma diferença de apenas cinco pontos.
O cenário é bem diferente da pesquisa Datafolha divulgada na noite desta quinta-feira, dia 18 de outubro, e que havia indicado Bolsonaro com 59% e Haddad com 41% de votos válidos – uma diferença de 18 pontos percentuais. Ou seja: está aberta uma disputa entre os institutos de pesquisas na chegada do segundo turno.
A pesquisa Vox/247 do dia 6 de outubro (sábado), financiada pelos eleitores, foi a que mais se aproximou do resultado das urnas no primeiro turno das eleições de 2018, em comparação às dos outros dois institutos de pesquisa mais tradicionais do País: o Ibope e o Datafolha. O destaque deu-se em relação à votação de Haddad, que apareceu subestimado nas pesquisas Ibope e Datafolha. Haddad teve 29,28% dos votos. Na pesquisa Vox, aparecia com 31%. Nas pesquisas do Ibope e Datafolha, 25%.

Haddad faz caminhada em Fortaleza neste sábado. Blocos de Carnaval também se manifestam

naom_5ba83dc2beaa3-735x400

O Centro de Fortaleza será palco neste sábado, dia 20 de outubro, de eventos cobrando Democracia no País. Os aliados do petista Fernando Haddad intitulam como o “Dia Nacional da Virada”, numa referência à reversão dos números das pesquisas eleitorais que hoje dão a vantagem a Jair Bolsonaro.

A partir das 8 horas, apoiadores de Haddad farão uma caminhada, que terá concentração na Praça da bandeira. O ato terá encerramento na Praça do Ferreira. Fernando Haddad estará acompanhado da

candidata a vice, Manuela Dávila (PCdoB), de Guilherme Boulos (Psol) que declarou apoio ao candidato no segundo turno e do governador do Ceará, Camilo Santana (PT).

Na tarde de sábado, Fernando Haddad irá para a região do Cariri, onde realiza ato no Crato, a partir das 15 horas.

Ainda em Fortaleza, blocos de carnaval também reforçam o apoio a Haddad. Luxo da Aldeia, Chão da Praça (com Transacionais), Damas Cortejam, Camaleões do Vila, As Gata Pira, As Travestidas, Iracema Bode Beat e Glitter confirmaram a realização de apresentações após o cortejo em apoio a candidatura de Fernando Haddad (PT). Os blocos se reunirão em festa na Praça da Gentilândia, no Benfica, a partir das 11 horas.

Whatsapp investiga denúncia de disparo em massa de mensagens contra Haddad

images (16)

O aplicativo de mensagens Whatsapp confirmou nesta quinta-feira, dia 18 de outubro, que investiga o suposto disparo em massa de mensagens contra o Partido dos Trabalhadores por empresários que apoiam o candidato Jair Bolsonaro (PSL). O caso foi revelado pelo jornal Folha de S.Paulo.
O aplicativo confirmou a abertura da investigação em nota enviada ao jornal O Estado de S. Paulo. O WhatsApp, ainda na nota, afirma que “tem proativamente banido centenas de contas durante o período das eleições brasileiras”.

Segundo a reportagem da Folha, os disparos de milhões de mensagens são comprados por empresas que apoiam o candidato por até R$ 12 milhões. A reportagem afirma que os preços variam de oito a doze centavos por mensagem para contatos de bases de dados fornecidas pelo candidato e das agências que prestam esse tipo de serviço.

Datafolha mostra quadro inalterado na corrida presidencial com Bolsonaro na liderança

images (96)

O segundo levantamento do Datafolha no 2° turno das Eleições 2018 mostrou um quadro inalterado nos cenários anteriores. Bolsonaro mantém larga vantagem sobre Haddad. O levantamento foi divulgado na noite desta quinta-feira, 18 de outubro. O resultado da pesquisa apenas com votos válidos é de 59% para Jair Bolsonaro e 41% para Fernando Haddad.
Na pesquisa anterior do Datafolha, Bolsonaro apareceu com 58% dos votos válidos, dezesseis pontos à frente de Haddad.

Após reportagem da “Folha” contra Bolsonaro e denúncia ao TSE, o PDT vai pedir nulidade das eleições

images (15)

O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, confirma que a legenda irá ingressar com ação judicial pedindo a nulidade das eleições presidenciais após a denúncia contra a campanha de Jair Bolsonaro (PSL). Reportagem da Folha de São Paulo publicada nesta quinta-feira, dia 18 de outubro, informa que empresas bancaram, com contratos de R$ 12 milhões, serviços de disparos de mensagens no WhatsApp contra o partido e favorecendo Bolsonaro. Haddad disse que há indícios de outros “milhões de reais” em contratos ainda não identificados. A prática é considerada crime eleitoral, porque configura abuso de poder econômico na campanha, sem o devido registro na Justiça Eleitoral.

O caso já foi notificado ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pela campanha de Haddad. Após vir à tona a revelação de que empresas bancaram a disseminação de mensagens contra o PT nas redes sociais, o candidato à Presidência da República, Fernando Haddad, afirmou que vai acionar todos os mecanismos judiciais para que a campanha de Jair Bolsonaro (PSL) e os empresários supostamente envolvidos sejam punidos.
O petista citou até a possibilidade de que a candidatura do adversário seja impugnada e o terceiro colocado no primeiro turno seja chamado para disputar a segunda etapa da disputa.

Candidatura de Haddad pede ajuda da Polícia Federal para combater as “fake news” no 2° turno

IMG_20181018_061249

Diante da lentidão da Justiça Eleitoral em retirar notícias falsas publicadas nas redes sociais, a campanha de Fernando Haddad (PT) solicitou formalmente à Polícia Federal (PF) no início da noite desta quarta-feira, dia 17 de outubro, que inicie uma investigação contra ações da campanha de Jair Bolsonaro e seu vice, Hamilton Mourão. A solicitação requer investigação sobre indústria de mentiras e incitação à violência nas redes sociais por parte da campanha, o que estaria prejudicando a campanha de Haddad desde o 1° turno.
O documento da coligação “O Povo Feliz de Novo” solicita que a PF investigue a campanha de Jair Bolsonaro com relação a quatro eixos principais de irregularidades: a utilização deliberada de notícias sabidamente falsas (as fake news); a doação não declarada de verbas do exterior; propaganda eleitoral paga na internet e, por fim, a utilização indevida do whatsapp.
A petição menciona que o TSE já ordenou a retirada de mais de 100 links de fake news contra a coligação, somando mais de 146 mil compartilhamentos e 20 milhões de visualizações.
Mesmo assim, o volume  de notícias falsas que circulam nas redes sociais não para de se avolumar, como atestam as principais agências de checagem de fatos do país. As dez principais fake news elencadas pela Agência Lupa, por exemplo, são favoráveis a Jair Bolsonaro – sendo a maioria contrária à candidatura de Fernando Haddad, cenário semelhante ao atestado pela Boatos.org. Além disso, o próprio Bolsonaro e seus filhos, nas redes sociais e em rede nacional de televisão, utilizam-se indiscriminadamente de mentiras, boatos e fake news contra Fernando Haddad, conforme comprovam decisões recentes do TSE.

Roberto Cláudio visita obras do Frotinha do Antônio Bezerra

images (13)

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, visita nesta quinta-feira, dia 18.de outubro, as obras do Centro Cirúrgico do Frotinha do Antônio Bezerra. A intervenção faz parte de um pacote de obras que vem sendo realizado, desde janeiro do ano passado, nas unidades hospitalares da Capital na área de urgência e emergência.

O mesmo vem acontecendo no Frotinha da Parangaba, no Hospital Nossa Senhora da Conceição (Conjunto Ceará), e no Hospital da Mulher, além da construção do Instituto Dr. José Frota 2.
O prefeito Roberto Cláudio já entregou à população 16 novos leitos, além da requalificação de espaços existentes do Frotinha de Antônio Bezerra e mais 12 novos leitos no Frotinha de Messejana, somados a mais 59 novos leitos entregues no primeiro andar do IJF 2 na semana passada. Com todas essas intervenções, a Prefeitura de Fortaleza vai entregar mais de 400 novos leitos para a população até o fim da gestão.