Cagece demite quatro funcionários e afasta dois após denúncias de superfaturamento em obra

images (2)

Quatro funcionários desligados e outros dois afastados da Cagece. Este foi resultado do superfaturamento de R$ 4,1 milhões em uma obra da companhia, no município de Tauá, na Região dos Inhamuns. Os quatro demitidos foram apontados como sendo os responsáveis pelos danos à empresa.

Na Assembleia Legislativa do Ceará, a oposição cobra a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) parar apurar o caso. De acordo com o novo líder do Governo na Assembleia, deputado Julinho (PPS), todas medidas foram tomadas pela Cagece. “Se for comprovado que mais pessoas estão envolvidas nessa situação, por parte da Cagece, ela irá também tomar as devidas providências”, disse Julinho.

 

Bolsonaro entrega projeto de Reforma da Previdência em clima de crise política

images_cms-image-000617640

Considerada prioritária pelo governo de Jair Bolsonaro, a proposta de emenda à Constituição (PEC) da Reforma da Previdência tem previsão de ser entregue nesta quarta-feira, dia 20 de fevereiro, no Congresso Nacional. O próprio Bolsonaro ficou de entregar a proposta.

O presidente enfrenta uma crise política, após denúncias de apropriação indevida de recursos eleitorais pelo seu partido, o PSL. A acusação de uso de “laranjas” pelo partido resultou na saída do ex-ministro da Secretaria Geral da República, Gustavo Bebianno, acusado de autorizar a utilização do fundo eleitoral.

O clima no Planalto piorou após áudios e mensagens divulgadas pela revista Veja mostrarem que se alguém mentiu no episódio que resultou na demissão de Gustavo Bebianno do Governo foram o presidente Jair Bolsonaro e o seu filho Carlos Bolsonaro. Bebianno falou com o presidente através de mensagens escritas e pelo menos 13 mensagens de áudio, onde o presidente da República faz vários ataques à mídia e sugere que ex-ministro estaria vazando informações de Governo para jornalistas.

O fato é que para aprovar a Reforma da Previdência na Câmara dos Deputados, em dois turnos, são necessários ao menos 308 votos em cada turno, de um total de  513 deputados federais. Com tantas lambanças e desarticulação política, a tarefa para Bolsonaro, pelo menos no momento, não será das mais fáceis.

Ex-prefeito de Tauá e ex-secretaria de Educação têm bens bloqueados pela Justiça

IMG_9103-1024x683

O ex-prefeito de Tauá, Carlos Windson, teve bens bloqueados por decisão da Justiça Federal. Eleito em outubro de 2016, Carlos Windson foi afastado pela Câmara de Vereadores. Desta vez, a Justiça Federal da 24ª Vara bloqueou bens do ex-gestor por irregularidades no transporte escolar, onde teria havido contratação de empresa sem licitação.
A ação da Justiça Federal tem por base uma Ação Popular impetrada no dia 18 de fevereiro de 2018 pedindo o afastamento e indisponibilidade de bens do então prefeito de Tauá, Carlos Windson e de sua secretária de Educação, na época, Gertudes Mota.
Na decisão, 44 veículos foram tornados indisponíveis, sendo dois do ex-prefeito, um da ex-secretária e os demais da Empresa Antonio Daniel Soares.

Governo libera trecho do Anel Viário entre Maranguape e Eusébio

images (1)

O governador Camilo Santana, acompanhado pelo secretário da Infraestrutura, Lucio Gomes, libera, nesta terça-feira, dia 19 de fevereiro, a duplicação do Anel Viário, no trecho que fica entre a CE-065, em Maranguape, e a CE-040, no Eusébio. A liberação do tráfego de veículos acontece na parte da manhã.
Com isso, o Anel Viário passará a contar com mais 19 quilômetros de via duplicada, o que permitirá a melhoria do tráfego da Região Metropolitana de Fortaleza, principalmente em Maracanaú, que conta com um Distrito Industrial e a Central de Abastecimento do Ceará-Ceasa/CE.

Camilo se reúne com bancada federal e busca área para abrigar complexo de segurança

IMG_20190218_190920

O governador Camilo Santana teve um novo encontro com deputados federais cearenses nesta segunda-feira, dia 18 de fevereiro, no Palácio da Abolição, em Fortaleza. Entre os temas tratados no encontro estiveram o projeto de Reforma da Previdência, que deve ser entregue pelo presidente Jair Bolsonaro, nesta quarta-feira, dia 20, ao Congresso Nacional, e a ideia de Camilo conseguir uma área federal em Fortaleza, onde o Governo Estadual possa construir um Complexo de Segurança Pública, concentrando em um mesmo local as sedes das Polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros e Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social.

Um dos espaços cotados é onde hoje funciona a Base Aérea de Fortaleza que, nos últimos anos, teve suas atividades transferidas para outros estados.

Bolsonaro confirma saída de Bebianno e tenta desviar o foco para Reforma da Previdência

images

Demorou, mas chegou a hora. O ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno (PSL), foi demitido do cargo pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) na maior crise enfrentada pelo Governo Federal, menos de dois meses depois da posse.
O impasse sobre a possível saída do ministro do governo se arrastou por quase uma semana. Durante o último fim de semana, Bebianno declarou ter recebido até ameaças de morte por bolsonaristas e disse que vai reagir. “Não tenho medo de briga”.

A decisão foi oficializada no fim da tarde desta segunda-feira, dia 18 de fevereiro, pelo porta-voz da Presidência, general Otávio do Rêgo Barros, em declaração à imprensa.

Bolsonaro tenta se afastar da polêmica em torno dos “laranjas” do PSL e busca desviar o foco para a Reforma da Previdência. Ele deve ir pessoalmente na quarta-feira, dia 20, ao Congresso levar pessoalmente o texto da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) da reforma da Previdência.

Professores da rede municipal em Fortaleza terão reajuste de 4,71% a partir de março

images (47)

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, anunciou, durante reunião com representantes do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação do Ceará (Sindiute), no Paço Municipal, o reajuste salarial de 4,17% para os professores municipais de Fortaleza, incluindo os profissionais do grupo Magistério e Assistentes da Educação Infantil – efetivos e substitutos.

O aumento diferenciado da categoria já entra na folha do mês de março, junto com o retroativo do mês de janeiro. No pagamento de abril, será paga a segunda parte do retroativo, referente ao mês de fevereiro.

Cresce a possibilidade do clã Bolsonaro abandonar o PSL

1550365684941

Com o PSL em crise e sob suspeita de desviar verba pública por meio de candidaturas “laranjas” nas eleições de 2018, os filhos do presidente Jair Bolsonaro (PSL) negociam migrar para um novo partido, que está em fase final de criação. Trata-se da reedição da antiga UDN (União Democrática Nacional).

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) se reuniu na semana passada em Brasília com dirigentes da sigla para tratar do assunto. Ele tem urgência em levar adiante o projeto. Eleito com 1,8 milhão de votos, Eduardo teria o apoio de seu irmão, o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ). Com esse movimento, a família Bolsonaro buscaria preservar seu capital eleitoral diante do desgaste do partido.

Bolsonaro enfrenta mais uma crise com o caso envolvendo Gustavo Bebianno

15502465315c66e283598cf_1550246531_3x2_md

Pivô da crise dos laranjas, o ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gustavo Bebianno, está por um fio. Ou melhor, está exonerado “virtualmente”. Não teve a demissão publicada no Diário Oficial da União, mas nas redes sociais, a sua exoneração é dada como certa. Bebianno esteve reunido com o presidente Jair Bolsonaro na última sexta-feira, dia 15 de fevereiro, e o teor da conversa entre os dois não foi nada amistosa. A aliados, o ministro disse que deixaria o governo.
Bebianno chefiava interinamente o PSL quando da campanha eleitoral de 2018, sobre a qual recaem denúncias de uso de candidatos laranjas. O caso foi revelado por uma série de reportagens da Folha de São Paulo. Uma das suspeitas é sobre uma candidatura que recebeu R$ 400 mil do fundo eleitoral, um dos maiores repasses do partido, mas teve apenas 274 votos.

Só que Gustavo Bebianno foi o braço direito de Bolsonaro na campanha eleitoral. Sabe só de tudo o que ocorreu no processo eleitoral. Não se sabe até que ponto um rompimento político com o atual presidente pode representar em termos de prejuízo para o futuro do Governo.

O fato é que o Governo Bolsonaro tem se mostrado caótico ao lidar com crises, ainda mais com a interferência quase diária dos filhos do presidente, via redes sociais.

Há reformas para serem encaminhadas ao Congresso Nacional e, com enfraquecimento político, não se consegue aprovar projetos polêmicos. Disso, Bolsonaro que é um congressista de longas datas, sabe muito bem.

 

Chuvas chegam com intensidade no Ceará durante o fim de semana

50565262_1801883056588915_1466301547091591168_n

As chuvas de fevereiro começam a trazer novas esperanças na reposição de água dos reservatórios do Ceará. As precipitações chegam com intensidade neste fim de semana. De acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), choveu em 93 municípios cearenses nas últimas 24 horas. Quiterianópolis, na região do Sertão Central e Inhamuns, registrou a maior precipitação do Estado com 180 milímetros.
Outros três municípios ultrapassam a barreira dos 100mm de chuva. São eles: Ibiapina (120,5mm), Crato (120mm) e Camocim (105mm). Em Fortaleza, de acordo com o balanço do órgão, choveu 23,4mm.