Roberto Cláudio faz reunião de avaliação das ações para manter serviços essenciais na Capital

WhatsAppImage2019-01-13at17.11.14

O prefeito Roberto Cláudio faz uma reunião de balanço com o secretariado municipal nesta segunda-feira, dia 14 de janeiro, para avaliar as ações para manter os serviços essenciais na Capital durante o período de ataques criminosos.

Neste domingo, dia 13, o chefe do Executivo municipal esteve no bairro Mucuripe, em Fortaleza, para acompanhar o serviço de coleta de lixo que vem sendo realizado com o apoio da Polícia Militar e Guarda Municipal. Só no Mucuripe foram retiradas 150 toneladas de lixo nas ruas.

Para esta segunda-feira, dia 14, a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) confirma que a frota integral dos ônibus de Fortaleza irá operar normalmente até às 20 horas. Algumas linhas ainda circularão com policiais embarcados ou com escolta de viaturas.

Pacote de medidas de segurança foi sancionado por Camilo Santana e já está em vigor

image (1)

Sem perda de tempo, as novas leis da segurança pública aprovadas em sessão extraordinária da Assembleia Legislativa do Ceará, no sábado passado, dia 12 de janeiro, já foram sancionadas pelo governador Camilo Santana e já estão em vigor.

Entre as medidas, policiais militares poderão agora trabalhar até 84 horas extras mensais, inclusive, nos dias de folga. Foi criado ainda o Fundo de Segurança Pública e Defesa Social para estruturar a pasta.  
Também será permitida a reversão para a ativa de policiais que estão na reserva. O Governo do Estado criou ainda a Lei de Recompensa para Cidadãos que fornecerem informações relevantes à Polícia para punição de infratores.
Também foi criado o banco de informações sobre veículos desmontados, além de criadas regras de restrição ao uso dos entornos dos presídios do Estado para evitar fugas e garantir mais segurança nestes locais.

Último balanço mostra 353 presas por atos criminosos no Ceará

image

Subiu para 353 o número de pessoas presas ou apreendidas por envolvimento nos atos criminosos registrados pelo Estado. Nesta segunda-feira, dia 14 de janeiro, se completam 13 dias do início dos ataques.

O Ceará já acumula mais de 200 ataques criminosos registrados desde o último dia 2 de janeiro, quando iniciaram os ataques por parte das facções criminosas.

O Estado vai receber até esta terça-feira, dia 15, mais 335 agentes das Polícia Rodoviária Federal (PRF) de 26 estados para reforçar a segurança de equipamentos federais. Entre os equipamentos que terão a segurança reforçada estão viadutos, torres de transmissão de energia e rodovias.

Ataques chegam ao 11° dia no Ceará com 319 pessoas presas

IMG_20190112_081144

Novas ações criminosas foram registradas no Ceará na madrugada deste sábado, dia 12 de janeiro. É o 11° dia de ataques no Estado. A mais séria delas foi uma explosão contra uma torre de transmissão da Chesf, da subestação de Maracanaú, que foi derrubada. A ocorrência gerou queda e oscilação de energia em vários bairros de Fortaleza e em algumas cidades da Região Metropolitana como Cascavel, Eusébio, Maranguape, Itaitinga e Maracanaú.

Parte da base da torre foi explodida e o equipamento caiu. Fios de energia estão espalhados em uma via próxima ao local da queda.

Uma explosão também atingiu uma concessionária na Avenida Washington Soares, no Bairro Edson Queiroz, em Fortaleza. O impacto atingiu veículos que estavam no local e parte da estrutura da concessionária.

Denúncias da população podem ajudar as forças de segurança a evitar novos ataques

CIOPS1

A participação da população tem sido fundamental para que a Polícia se antecipe a várias ações criminosas. E a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) criou canais para denúncias para informações mantendo sempre o sigilo.

No período entre 2 e 8 de janeiro, as forças de segurança receberam aproximadamente 2.200 denúncias pelo 181 e Disque Denúncia da SSPDS. Os dois canais de comunicação receberam a média de 275 denúncias diárias. Também é repassado o WhatsApp da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco), no número (85) 98969.0182. As denúncias relacionadas ao Disque Denúncia sobre ataques criminosos de facções criminosas no Ceará chegam a 275 por dia.

Assembleia Legislativa é convocada para sessão extraordinária neste sábado

IMG_20190111_174339_596

Os deputados estaduais no Ceará estão em pleno recesso, mas foram convocados pelo governador Camilo Santana para uma sessão extraordinária neste sábado, dia 12 de janeiro. O governador enviou para a Assembleia Legislativa um pacote de mensagens envolvendo medidas emergenciais na área da segurança pública no Estado, diante dos 10 dias seguidos de ações criminosas.

O pacote deve envolver mudanças na legislação que incluem maior apoio ao aparato policial. Devem ser remanejados recursos para a manutenção de ações da Força Nacional de Segurança no Estado. Camilo também quer endurecer o enquadramento de criminosos ligados a facções criminosas na Lei Antiterrorismo.

Outras medidas:

*Convocação de policiais militares que estão na reserva para que ajudem a reforçar a nossa tropa que está em operação.

*Aumento da quantidade de horas extras que podem ser pagas a todos os policiais, civis e militares, além dos bombeiros, de forma com que haja aumento da força de trabalho.

*Criação da Lei da Recompensa, que prevê o pagamento em dinheiro, pelo estado, para informações que sejam prestadas pela população à Polícia e que resultem na prevenção de atos criminosos e prisão de bandidos envolvidos nas ações.

* Convocação imediata de mais 220 agentes penitenciários para atuar no sistema do estado, além dos outros 220 que já havia convocado na semana passada.

 

Reunião dos três poderes busca soluções para ataques criminosos no Ceará

IMG_20190111_060202

Após uma semana de ataques criminosos em mais de 43 municípios do Ceará, várias ações foram desencadeadas pelas autoridades de segurança pública. Mas o combate ao crime organizado precisa de planejamento e execução conjunta envolvendo os três poderes: Executivo, Legislativo e Judiciário. Nesta quinta-feira, dia 10 de janeiro, o governador do Ceará, Camilo Santana, reuniu representantes dos poderes Legislativo e Judiciário e de diversas entidades para apresentar as medidas de segurança que o Estado e órgãos parceiros têm tomado para coibir o crime organizado no Ceará.

Camilo informou que, desde o início dos ataques criminosos, 287 pessoas foram presas em todo o Ceará. “Aumentamos em 50% o número de policiais e estamos dobrando o número de agentes, além de criarmos uma secretaria própria para cuidar do sistema. Estamos tirando regalias dos presídios e isso causou toda uma reação do crime organizado do lado de fora”, destacou o governador.

As ações de combate às facções criminosas também passam pela transferência de chefes de organizações criminosas para unidades penitenciárias de outros estados. 40 deles já foram transferidos do Ceará para presídios federais. O presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Gladyson Pontes, pontuou sugestões para aprimorar o sistema penitenciário, que está superlotado e com a presença de integrantes de facções criminosas atuantes  todo o País. “Todos precisamos estar sintonizados. O que compete a nós, implantamos um sistema de videoconferência, facilitando a realização de audiências à distância e agilizando o processo de transferência de presos”, disse.
O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, presente à reunião, disse que o povo cearense não pode se intimidar diante dos fatos. “Querem criar um cenário de pânico, de medo, para gerar pressão para frearmos esse enfrentamento. Nosso papel é manter, dentro das nossas possibilidades, o serviço público funcionando”.

Ataques a viadutos têm sido uma das estratégias para assustar ainda mais a população

IMG_20190111_054505_233

Promover ataques a viadutos da Capital tem sido uma das estratégias do crime organizado para levar pânico à população. Na madrugada desta sexta-feira, dia 11 de janeiro, duas ocorrências em Fortaleza acionaram o Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate). Uma no viaduto da avenida Washington Soares, em Messejana, e outro no viaduto do Conjunto Esperança.

Em Messejana, parte do artefato explodiu e assustou os moradores da área devido ao barulho. Já no Conjunto Esperança, não houve explosão no local.

Esse tipo de ação provoca pânico e muito prejuízo ao Poder Público que, normalmente, precisa fazer algum tipo de reparo nos equipamentos. Deve ter punição bastante severa contra os autores que, na maioria das vezes, vêm sendo identificados como adolescentes.

Camilo Santana determina transferência de presos de cadeias públicas do interior para RMF

image

Várias cadeias públicas do interior do Ceará apresentam problemas de infraestrutura em prédios antigos e também de superlotação. Ou seja, estão vulneráveis a ocorrência de fugas, principalmente, em tempos de ataques criminosos.

Por isso, o governador Camilo Santana determinou a transferência de todos os detentos das cadeias interioranas para unidades penitenciárias da Região Metropolitana de Fortaleza. As cadeias com problemas serão desativadas.

No último balanço da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social, o número de pessoas presas ou apreendidas suspeitas de participação nos ataques criminosos subiu para 287 em todo o Ceará.

 

Helicóptero da PRF de Pernambuco ajuda no combate às ações criminosas no Ceará

FORTALEZA, CE, BRASIL, 10-01-2019: Helicoptero da Superintendência Regional da Policia Federal de Pernambuco chega ao Ceara para ajudar na segurança publica. NA FOTO- Vôo sobre o viaduto na BR 020 atingido por bomba e no Presídio do Carrapicho. (Foto: Evilázio Bezerra/O POVO)

O combate às ações criminosas no Ceará ganhou o reforço de policiais rodoviários federais que vieram de Pernambuco. Duas equipes da PRF pernambucana passaram a desenvolver operações de monitoramento aéreo da Região Metropolitana de Fortaleza. Um helicóptero da PRF está sendo utilizado nas ações. Ao todo, seis equipes táticas do órgão fazem o trabalhos em municípios como Caucaia, Maracanaú e Chorozinho.
Com mais reforço nas ações, a ideia é se antecipar aos atos criminosos. Na manhã desta quinta-feira, dia 10 de janeiro, pelo menos 7 mil litros de combustível foram encontrados pela Polícia Civil, no bairro Jangurussu, em Fortaleza. O local funcionava como um depósito clandestino onde membros de facções buscavam o material para realizar incêndios a equipamentos públicos e privados na Capital.

Foto: Evilazio Bezerra/O Povo