Relatório da cassação de Cunha deve ser votado nesta terça. Cresce o medo de prisão

1462045757_594058_1462046474_noticia_normal

O clima na casa de Eduardo Cunha não deve estar dos melhores. O relator que pede a cassação do presidente afastado da Câmara dos Deputados, Marcos Rogério (DEM-RO), espera pela aprovação da peça na votação prevista para a tarde desta terça-feira, dia 14 de junho.

Só que a preocupação de Cunha não é mais só a aprovação ou não do relatório. A esposa dele, a jornalista Cláudia Cruz, também está denunciada por desvio de recursos no Exterior. Ela não tem foro privilegiado e pode ter a prisão decretada pelo juiz Sérgio Moro. Em Brasília, se comenta que Cláudia Cruz está em desespero e ameaça colocar a “boca no trombone”, caso seja presa.

Nos bastidores, Eduardo Cunha se vê abandonado pelo presidente interino Michel Temer e pelo próprio PMDB. Aliados tentam convencer Cunha a renunciar ao mandato. Proposta que não é admitida por ele. O presidente da Câmara afastado teme perder o foro privilegiado e também cair nas mãos de Sérgio Moro.

Ao se sentir enfraquecido no poder de influência, Eduardo Cunha (por saber demais quanto as irregularidades de outros políticos) pode ser uma “bomba-relógio para a governabilidade de Michel Temer e para o futuro político de muitos congressistas.

Campanha eleitoral deste ano deve ser marcada por caixas apertados

dinheiro-urna-campanha-doacao
O tempo de “vacas gordas” acabou para muitos candidatos. As eleições municipais deste ano terá um período de campanha menor e os recursos envolvidos também devem diminuir drasticamente. Crise econômica, a proibição de doações de empresas e o impacto da Operação Lava Jato são os maiores motivos de preocupação de políticos e marqueteiros das campanhas.
Em 2012, quase 80% dos gastos nas eleições municipais foram financiados por empresas. Agora, a regra mudou. Sem financiamento empresarial, os candidatos podem recorrer ao Fundo Partidário. Mas o fundo deverá ser insuficiente para bancar gastos como de eleições passadas. Este ano, as legendas receberão, somados, R$ 819 milhões em recursos públicos.
Além do fundo, as duas únicas alternativas legais de recursos são o autofinanciamento  e doações dos próprios eleitores. Há quatro anos, as pessoas físicas bancaram menos de 20% dos custos de campanhas.
Ou seja, vai ter muito candidato penando com os poucos recursos. Em eleições passadas, os caixas de campanha tinham uma realidade bem mais atraente.

Investigações sobre Lula voltam para as mãos do juiz Sérgio Moro

78ff2ce7ea6faa2eec640f87b3a2fac1

Por decisão do ministro do STF, Teori Zavascki, as investigações contra o ex-presidente Lula foram remetidas ao juiz Sérgio Moro, da Justiça Federal, em Curitiba. Os processos envolvem denúncias de favorecimento do ex-presidente relativas ao sítio em Atibaia (SP) e ao triplex em Guarujá (SP).

Por outro lado, o ministro Teori Zavascki anulou gravação do ex-presidente com a presidente afastada Dilma Rousseff. Em março deste ano, Moro retirou o sigilo de interceptações telefônicas de Lula e divulgou conversas dele com a presidente afastada. A conversa era relativa ao termo de posse de Lula como ministro-chefe da Casa Civil. A gravação não pode ser utilizada como prova em nenhum processo.

Funceme mostra otimismo com boa quadra chuvosa para 2017

Quadra-invernosa-começa-este-mês

A Funceme fez um balanço da quadra chuvosa de 2016 e confirmou mais um ano de seca no Estado, com chuvas abaixo da média histórica. Agora, os meteorologistas iniciam os estudos para o próximo ano, onde há uma perspectiva positiva de precipitações.
As previsões feitas pela Funceme, ainda no ano passado, se confirmaram em 2016. Chuvas 45,2 por cento abaixo da média histórica no Ceará. Choveu 329,3 milimetros em media nos últimos quatro meses. É o quinto ano de seca no Estado. E mais uma vez, o fenômeno El Nino foi apontado con responsável pelas chuvas irregulares.
O mês de fevereiro foi considerado o mais crítico da quada chuvosa, com 55,3 por cento a menos nas precipitações. As regiões mais afetadas foram a Jaguaribaba, Inhamuns e Sertão Central.
A previsão para a quadra chuvosa de 2017 só será traçada no fim do ano, mas os meteorologistas da Funceme mostram otimismo com um surgimento de outro fenômeno: o La Nina, que ao contrário do El Nino, provoca um resfriamento das águas do oceano.

Michel Temer faz balanço de um mês de governo, mas não fala dos problemas

images
O Governo Temer completou 30 dias. O presidente interino fez uma retrospectiva de medidas consideradas positivas por ele no período de um mês no cargo, como redução do número de ministérios e ações para limite de gastos públicos.
Mas não fez nenhum comentário sobre as “lambanças” da sua equipe ministerial. Não citou, por exemplo, as demissões de dois ministros, Romero Jucá, no Planejamento e Fabiano Silveira, no Ministério da Transparência, e o recuo na ideia de extinguir o Ministério da Cultura. Só pra citar alguns erros.

Força Nacional de Segurança ficará mais tempo nos presídios cearenses

forcanacional

O governador Camilo Santana pediu e o Ministério da Justiça autorizou. As tropas da Força Nacional de Segurança vão ficar mais tempo nas unidades carcerárias que foram palco das rebeliões no mês passado.
O prazo inicial definido pelo Ministério da Justiça foi de 15 dias de permanência no Ceará, prazo que se encerrava na última sexta-feira, dia 10 de junho.
Os agentes da Força Nacional estão dando reforço em presídios da Região Metropolitana de Fortaleza, onde o Governo executa obras de reforma da estrutura que foi destruída nas últimas rebeliões. Para evitar fugas, a tropa da Força Nacional também está fazendo uso de drones para ajudar no monitoramento das unidades.

PMDB busca um nome para também entrar na disputa em Fortaleza

pmdb-e-psdb1

Com a saída do deputado federal Vitor Valim da disputa para ser candidato a prefeito de Fortaleza pelo PMDB, o senador Eunício Oliveira continua a pensar num nome que possa concorrer ao Paço Municipal. Um dos cotados é do atual vice-prefeito Gaudêncio Lucena. O problema é que Eunício quer um candidato com mais apelo popular.

Caso não consiga encontrar um nome forte, o PMDB pode migrar para outra candidatura. E a mais provável é a do Capitão Wagner Souza, do PR, que já recebeu o apoio do PSDB. A desvantagem para Eunício é perder o protagonismo na chapa. O PMDB indicaria o vice do Capitão Wagner.

TSE RECEBE LISTA DE PESSOAS COM PENDÊNCIAS NAS CONTAS PÚBLICAS E QUE NÃO PODEM CONCORRER NAS ELEIÇÕES

IMAGEM_NOTICIA_5
O Tribunal de Contas da União (TCU) enviou a lista ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o grupo formado por ex-prefeitos ou gestores municipais e estaduais, que tiveram as contas julgadas irregulares e podem ser condenados pela Corte Eleitoral.

O Ceará tem 157 pessoas na lista. Entre as que se destacam, por estar ocupando cargos públicos ou eletivos, estão o secretário de Desenvolvimento Agrário do Estado, Dedé Teixeira, ex-prefeito de Icapuí, e o deputado estadual Manoel Raimundo de Santana Neto (PT), ex-prefeito de Juazeiro do Norte. Caso não regularizem a situação, os dois podem ficar inelegíveis para as eleições municipais de outubro.

DOBRADINHA PSD/PMB QUER LANÇAR 100 CANDIDATOS A PREFEITO NO CEARÁ

DSC02498___Copia

Lideranças do bloco partidários PSD-PMB se reuniram nesta sexta-feira, dia 10 de junho, em Fortaleza, para discutir as estratégias para as eleições de outubro próximo. Os dois partidos – que juntos têm 30 prefeitos, oito deputados estaduais, um deputado federal e 200 vereadores no Estado (quatro em Fortaleza) – deverão lançar cerca de 100 candidatos a prefeito no Ceará.

Cerca de 600 representantes partidários de todo o Estado participaram da reunião, que discutiu estratégias das campanhas políticas, a nova legislação eleitoral e contas de campanha.

Permissionários do Mercado São Sebastião ganham qualificação para melhorar atendimento

ms
A primeira turma do curso de capacitação tem 30 permissionários. Ao todo, o Mercado São Sebastião, em Fortaleza, tem 410 boxes de atendimento.
O curso será ministrado neste Centro de Formação inaugurado nesta sexta-feira,  dia 10 de junho, dentro do próprio mercado. A capacitação será realizada numa parceria entre Sebrae e Prefeitura de Fortaleza.
Os permissionários serão capacitados desde a melhoria no manejo da mercadoria até o atendimento ao cliente. A duração é de cinco meses.
Além de capacitação, o Mercado São Sebastião também deve receber investimentos em infraestrutura. Ações paralelas que visam aumentar o movimento da clientela.