STF autoriza inquérito contra Aécio Neves

050pida0zgycef4vvr5uu5wk8
Apesar de vários pedidos da Procuradoria Geral da República, o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Gilmar Mendes, ainda resistia. Mas, agora, não deu mais para segurar diante de muitos indícios de irregularidade. Gilmar Mendes determinou a abertura do segundo inquérito contra o presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG), sob acusação de ter atuado para fraudar dados do Banco Rural com o objetivo de esconder o mensalão mineiro.
Outros figuras da política mineira também entram na mira. Se tornam alvos do inquérito o vice governador de Aécio, no período como governador de Minas, Clésio Andrade (PMDB-MG), atualmente réu no mensalão tucano, e o prefeito do Rio Eduardo Paes (PMDB), à época secretário geral do PSDB.

Votação do impeachment de Dilma Roussef fica para agosto

impeachment-5-638x390
O Senado Federal recuou. Por decisão do presidente da comissão do impeachment no Senado, Raimundo Lira (PMDB-PB), será mantido o prazo original para que a acusação e a defesa apresentem suas alegações finais, o que pode estender em até 20 dias a duração do processo. A votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff deve acontecer até 16 de agosto.
Na última quinta-feira, dia 2 de junho, Raimundo Lira havia acatado recurso da senadora Simone Tebet (PMDB-MS) para que os prazos para a apresentação da manifestação final da acusação e da defesa seguissem o prazo de cinco dias corridos, respectivamente, como previsto no Código de Processo Penal. A decisão poderia antecipar o fim do processo no Senado de agosto para julho.
Agora, a determinação segue o que defendia a defesa de Dilma, a adoção do mesmo prazo utilizado no processo de impeachment do ex-presidente Fernando Collor, de 15 dias para a acusação e, em seguida, mais 15 para a defesa.

NO MINISTÉRIO DA “LAMBANÇA” DO GOVERNO TEMER, MAIS UM ESTÁ NA CORDA BAMBA

05/05/2016. Crédito: Minervino Junior/CB/D.A. Press. Brasil. Brasília - DF. O advogado jurista, Fábio Medina Osório, no Lago Sul.

O fim de semana foi de especulações quanto a demissão do terceiro ministro do Governo Michel Temer em menos de um mês de atuação. O advogado-geral da União, Fábio Medina Osório, foi acusado de “exageros” no cargo e de criar um clima de constrangimento no Governo. Entre os problemas estão que ele teria adotado uma estratégia errada no caso da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), cuja presidência foi devolvida a Ricardo Melo, na última quinta-feira, por meio de uma liminar concedida pelo ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF). Depois, Osório também teria provocado embaraço na requisição dos serviços da FAB para o cumprimento de agenda pública e oficial em Curitiba esta semana.
E, por fim, o o advogado-geral da União também questionou a atuação do seu antecessor, José Eduardo Cardozo, na defesa da presidente afastada Dilma Rousseff, na fase inicial do processo de impeachment. A ação gerou desconforto que os assessores próximos a Temer consideraram desnecessária.
Em nota, o advogado-geral da União, Fábio Medina Osório, classificou de “ilações” as denúncias veiculadas pela imprensa. Vamos esperar o início da semana em Brasília para saber a atitude do presidente interino Michel Temer. O fato é que já se considera a situação de Osório no cargo como “crítica”.

PRESOS NA OPERAÇÃO QUE COMBATE FRAUDES NA CAIXA ECONÔMICA EM FORTALEZA JÁ ESTÃO SOLTOS

caixa

A prisão só durou quatro dias. As 13 pessoas detidas na Operação Caixa Preta, que foi desencadeada pela Polícia Federal para apurar fraudes em empréstimos na Caixa Econômica, em Fortaleza, já estão em liberdade. Elas foram soltas neste domingo, dia 5 de junho. A PF diz ter tomado depoimento de todos os envolvidos. Todo o material será analisado para constar do relatório final do inquérito. Também serão intimadas pessoas que de algum modo se beneficiaram com o esquema, inclusive outros empregados da Caixa Econômica. Cerca de 409 empréstimos foram apontados na investigação com suspeitas de fraude num desvio que chegou a R$ 50 milhões.
No ano passado, a Caixa Econômica já tinha sido alvo da Operação Fidúcia. Nela, há ações penais em tramitação na Justiça Federal, considerando que todos os envolvidos foram indiciados pelo Polícia Federal. Entre os nomes envolvidos estão o superintendente nacional da CEF para o Nordeste no período da investigação, Odilon Pires Soares, e o superintendente da CEF, Antonio Carlos Franci.

Capitão Wagner ganha força na corrida pela Prefeitura de Fortaleza com o apoio do PSDB

pref

O deputado estadual Capitão Wagner, do PR, que é pre-candidato à Prefeitura de Fortaleza, em outubro, ganhou o apoio do PSDB.
Nas costuras para definir as chapas das eleições municipais de outubro, em Fortaleza, o PSDB, do senador Tasso Jereissati, promete caminhar junto na luta para chegar ao Paço Municipal. Os tucanos devem indicar o candidato a vice. O mais cotado é o deputado estadual Carlos Matos.
Mas a principal liderança do partido, o senador Tasso Jereissati, garante que a aliança com o Capitão Wagner, não envolve a partilha de cargos. O fundamental é a candidatura incorporar as metas estabelecidas pelo PSDB para Fortaleza.
Resta saber como o eleitorado do Capitão Wagner vai receber este apoio dos tucanos. Principalmente, entre os militares. Vale lembrar, que na época que Tasso Jereissati foi governador, a relação com a PM teve conflitos, inclusive, com exclusões de policiais da corporação.
O PR ainda tenta fortalecer mais o arco de aliança de oposição. Quer trazer para a chapa também o PMDB, do senador Eunício Oliveira, que trabalha com a possibilidade de ter candidatura própria nas eleições municipais da Capital. O nome ventilado no meio do PMDB de Fortaleza é o do atual vice-prefeito Gaudêncio Lucena, que hoje é rompido politicamente com o prefeito Roberto Cláudio.

ROBERTO CLÁUDIO PROMETE O PAGAMENTO DA PRIMEIRA PARCELA DO 13º DOS SERVIDORES AINDA ESTE MÊS

prefeitura_fortaleza_servidores_reajuste_2016.jpeg
O prefeito de Fortaleza garante que a primeira parcela do 13º salário dos servidores municipais será antecipada neste mês de junho. Roberto Cláudio admite que as contas do município passam por situação de deterioração fiscal, devido a queda dos repasses federais, principalmente, o FPM (Fundo de Participação dos Municípios). Mesmo assim, o servidor Municipal terá acesso a um recurso extra este mês.
Para conseguir os recursos necessários para quitar a 1ª parcela do 13º, Roberto Cláudio diz estar priorizando a eficiência no fisco municipal, que vem através do combate à sonegação fiscal e readequação do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS) no padrão da inflação.

IMPEACHMENT DE DILMA ROUSSEF PODE SER VOTADO AINDA EM JULHO NO PLENÁRIO DO SENADO

impeachment-5-638x390
O presidente da Comissão Especial do Impeachment, Raimundo Lira (PMDB-PB), aceitou uma questão de ordem da senadora Simone Tebet (PMDB-MS) e encurtou os prazos do processo de impeachment da presidente afastada Dilma Roussef. Apesar disso, a comissão ainda não aprovou o cronograma e aguarda a decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, que coordena agora o processo. O recurso ao STF foi feito pelo ex-advogado geral da União, José Eduardo Cardozo, que defende Dilma. Ela poderá ser interrogada no próximo dia 20.
O que o Governo Termer quer é acelerar o processo de impeachment, como mesmo declarou o ministro da Casa Civil do presidente em exercício Michel Temer, Eliseu Padilha. Se o STF autorizar a manobra do presidente da Comissão Especial, Raimundo Lira, a votação final do impeachment de Dilma Roussef deve ir ao plenário do Senado entre os dias 12 e 13 de julho.

OCUPAÇÃO DO PRÉDIO DO IPHAN EM FORTALEZA CONTINUA. MANIFESTANTES TEMEM DESOCUPAÇÃO PELA PM

pe3
Como resistência ao governo interino de Michel Temer, movimentos sociais continuam a ocupar prédios do Ministério da Cultura em todo o País. Em Fortaleza, a ocupação se dá no prédio do Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) no Ceará. Nesta quinta-feira, dia 2 de junho, os manifestantes paralisaram o funcionamento do órgão. A ocupação foi iniciada desde o dia 17 de maio. O protesto é contra as medidas adotadas pelo governo do presidente interino Michel Temer.
O clima na ocupação esquentou nas últimas 24 horas depois que os ocupantes souberam de um possível pedido de reintegração do prédio pelo Governo Federal. Segundo os manifestantes, policiais militares estiveram no prédio na parte da manhã desta quinta-feira. Não houve nenhum confronto. Eles temem que a PM tente fazer uma desocupação do local nos próximos dias.

Em greve há 39 dias, professores estaduais ocupam pátio da Secretaria de Educação no Cambeba

professores estaduais

Os professores, com o apoio de estudantes de escolas públicas, ocuparam nesta quinta-feira, dia 2 de junho, o pátio da Secretaria de Educação do Estado.
A paralisação dos docentes da rede estadual começou no último dia 25 de abril. Depois de várias rodadas de negociação com o Governo, ainda não houve entendimento quanto ao índice de reajuste dos salários para 2016.
O percentual de aumento do servidor público estadual deveria ter entrado em vigor no dia 1o de janeiro deste ano, mas o governador Camilo Santana ainda segura o anúncio. Como resultado, escolas estaduais continuam paradas.
Para o Sindicato Apeoc, que comanda o movimento, a continuidade da greve é responsabilidade do Governo.

Fortaleza já conta com 80 estações do Bicicletar. Mais seis foram entregues hoje

Bicicletar

A Prefeitura de Fortaleza entregou nesta quinta-feira, dia 2 de junho, mais seis estações do Bicicletar em Fortaleza. Os bairros beneficiados são o Centro, José Bonifácio e Edson Queiroz. Agora, são 80 em funcionamento com 800 equipamentos à disposição do usuário. Está estação, localizada próximo ao Fórum Clovis Beviláqua, vai beneficiar principalmente o público universitário.
Até 2018, o Município espera atingir 300 estações do Projeto Bicicletar espalhadas pela cidade. Além disso, o usuário ainda pode ter acesso às bicicletas no sistema integrado, que ficam disponíveis nos terminais de ônibus. No caso do sistema integrado, a pessoa pode ficar mais tempo com o equipamento.