Temer também enfrenta panelaço ao falar na TV

MTF
O presidente em exercício, Michel Temer, deu entrevista ao Fantástico, da Rede Globo, e enfrentou o protesto de telespectadores em várias capitais do País. No momento que a reportagem era exibida, foram registrados panelaços em cidades como São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Porto Alegre e Salvador. Em prédios residenciais, moradores foram para as janelas gritar “Fora Temer”.

No Exterior, Michel Temer também enfrenta a falta de reconhecimento de vários países. Os governos do Uruguai, El Salvador, China, Rússia, entre outros, se manifestaram contra o “golpe parlamentar” que afastou a presidente Dilma Rousseff do cargo. Trabalho dobrado para o novo Ministro de Relações Exteriores, José Serra, tentar contornar.

E para completar, o PT, os movimentos sociais e os sindicatos ligados à CUT prometem não dar folga ao Governo Temer. Promessa de muita turbulência pela frente.

BASE DE DILMA CONTINUARÁ ARTICULANDO EM BUSCA DE VOTOS PARA EVITAR CASSAÇÃO

silvio-costa-jc-580x387
O deputado federal Sílvio Costa (PTdoB), vice-líder de Dilma Rousseff (PT) na Câmara, afirmou que, agora, com o afastamento provisório da petista, a base aliada vai tentar fazer uma articulação para tentar se aproximar de pelo menos cinco senadores para reverter o impeachment no julgamento do mérito, quando são necessários dois terços do Senado para cassar a presidente. Ou seja, 54 votos. Com a mudança de lados na Câmara, Sílvio Costa quer virar líder da minoria na oposição. Para isso, o deputado participa de reunião nesta segunda-feira, dia 16 de maio, em Brasília. Na terça-feira, dia 17 de maio, tem sessão e votação na Câmara.

GOVERNO TEMER JÁ ACENA COM CORTE NO APORTE DE RECURSOS DA SAÚDE PARA ESTADOS E MUNICÍPIOS

jucadehoje-1
As más notícias vão chegando aos poucos. A proposta de emenda à Constituição, conhecida como “DRU dos Estados”, pode tirar R$ 35 bilhões da saúde pública em 2017. A estimativa é oficial e foi feita pelo Departamento de Economia da Saúde do Ministério da Saúde. A PEC foi relatada pelo atual ministro do Planejamento, senador Romero Jucá (PMDB-RR), que deu parecer favorável ao projeto. O texto deve ser votado em 2º turno no Senado nesta terça-feira, dia 17 de maio. Se estados e municípios já estavam reclamndo de poucos recursos federais na saúde, a situação ainda pode piorar.

GILMAR MENDES APROVOU INVESTIGAÇÕES CONTRA AÉCIO NEVES. EM 24 HORAS, VOLTOU ATRÁS.

ministro-gilmar-mendesjpg5658a29450358
Na quarta-feira, dia 11 de maio, o ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, tinha atendido o pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, para investigar o senador Aécio Neves (PSDB-SP) “por eventuais delitos de corrupção passiva e lavagem de dinheiro”. A denúncia é que Aécio Neves foi beneficiado por um esquema de corrupção em Furnas. Rodrigo Janot argumentou que a denúncia está amparada nas acusações contra o senador do PSDB feitas pelo doleiro Alberto Yousseff em delação premiada, surgiram “fatos novos” a partir da delação do senador cassado Delcídio do Amaral.
Num prazo de 24 horas, Gilmar Mendes voltou atrás. Suspendeu a coleta de provas da investigação aberta sobre o senador Aécio Neves e enviou o inquérito de volta ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot, para reavaliação. O ministro do STF, Gilmar Mendes, é acusado por partidários da esquerda de ter ligações com o PSDB. Sendo assim, essa investigação, nas mãos dele, não vai a lugar nenhum.

QUARTA UPA DA PREFEITURA DE FORTALEZA COMEÇOU A FUNCIONAR NO BAIRRO VILA VELHA

upa-vila-velha
Prefeito Roberto Cláudio entregou a Unidade de Pronto Atendimento do bairro Vila Velha. Esta é a quarta UPA, mantida pelo Município, a entrar em atividade na Capital. A UPA do bairro Vila Velha passa a funcionar com a promessa de atender cerca de 350 pacientes diariamente. É a quarta unidade, mantida pelo Município, instalada em Fortaleza. Serão oferecidos exames laboratoriais, eletroencefalograma e atendimentos clínicos e pediátricos.
A UPA do Vila Velha está sendo entregue com dois anos de atraso. Ela estava concluída desde o segundo semestre de 2014, mas o funcionamento dependia da liberação de recursos para a manutenção da unidade. Agora, o problema foi resolvido. Os custos serão divididos entre União, Estado e Prefeitura.

26 MUNICÍPIOS DO CEARÁ ESTÃO COM ÍNDICE DE INFESTAÇÃO DO AEDES AEGYPTE EM ALTA

aedes-zika-virus
O Levantamento Rápido de Índice de Infestação para Aedes aegypti (LIRAa) deste ano, realizado pela Secretaria de Saúde do Estado em 82 municípios do Ceará, mostrou que há alto risco de transmissão de dengue, zika e febre chikungunya em 26 cidades, o que corresponde a 33,77%. Outros 33 municípios estão em situação de média infestação e 23 cidades têm baixo índice de infestação predial, segundo critérios da Organização Mundial de Saúde (OMS). O levantamento aponta também que os principais criadouros identificados encontram-se  entre os depósitos ao nível do solo para o armazenamento doméstico de água para consumo humano, que incluem tonel, tambor, barril, tina, depósitos de barro (filtros, moringas, potes), cisternas e caixa-d’água.

CUIDADO!!! A CPMF PODE VOLTAR A QUALQUER MOMENTO

cpmf-jpg
O novo ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, não descartou a utilização de impostos, como a Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), para equilibrar as contas públicas ante o déficit elevado do setor. O ministro admitiu, porém, que o nível de tributação do País é elevado e que é preciso diminuir o peso dos impostos em relação ao Produto Interno Bruto (PIB) para estimular o crescimento da economia. Meirelles deixou claro que haverá aumento de impostos se necessário. Engraçado é que os parlamentares, que apoiam hoje o presidente em exercício Michel Temer, diziam que a “população não podia pagar o pato”, quando a volta da CPMF foi então apresentada pela presidente afastada Dilma Rousef para afastar os danos da crise econômoica. Agora pode.

NOVO GOVERNO TEMER: OS IMPACTOS PARA O MUNICÍPIO DE FORTALEZA E O ESTADO DO CEARÁ

download

NOVO GOVERNO TEMER: OS IMPACTOS PARA O MUNICÍPIO DE FORTALEZA E O ESTADO DO CEARÁ O presidente da República em exercício, Michel Temer, começa a trabalhar nesta sexta-feira, dia 13 de maio, de forma efetiva. Ministério nomeado, é hora de colocar a mão na massa. Mas qual será o impacto do governo dele para o município de Fortaleza e o Estado do Ceará? O governador Camilo Santana e o prefeito Roberto Cláudio foram aliados do Governo Dilma e a apoiaram durante todo o processo de impeachment. Haverá algum tipo de boicote por parte de Temer? 

O fato é que há muitas obras e projetos em execução no Estado e na Capital que dependem de recursos federais. O dinheiro está assegurado em contrato. No entanto, quem garante que os recursos serão liberados? Haverá algum contigenciamento? Camilo Santana e Roberto Cláudio prometem manter um bom relacionamento institucional com o presidente em exercício da República. Como deve ser.
Outro fator a ser analisado. O senador cearense Eunício Oliveira (PMDB), que é adversário de Camilo Santana e de Roberto Cláudio, saiu vitorioso com o afastamento de Dilma. Até ontem, Eunício era aliado de Lula e da presidente afastada. Mas com a ascenção de Temer à Presidência da República, Eunício mudou de lado. Votou a favor do impeachment no Senado. Não sei se por constrangimento, o senador do PMDB nem discursou na sessão de afastamento.
Este ano, teremos eleições municipais. Eunício Oliveira, agora, tem o apoio federal. Camilo Santana e Roberto Cláudio terão uma relação com a União apenas no campo do institucional. De acordo com o que já declarou o senador peemedebista, ele não apoiará “nenhuma ação federal que venha a prejudicar o Ceará”. É acompanhar pra ver.
E por fim. Michel Temer inicia seu governo com uma redução ministerial para 23 indicados. A maioria já conhecida dos brasileiros. Em discurso, prometeu manter programas sociais, como o Bolsa Família, e dar apoio a Operação Lava Jato. Neste último quesito, começou mal. Nomeou sete ministros que estão denunciados na própria Operação conduzida pelo Ministério Público Federal e pela Polícia Federal. É o preço dos acordos.
O certo é que, para conter a crise econômica, medidas duras são esperadas. Com apoio da Fiesp, proposta de reforma trabalhista é esperada no Congresso Nacional. Na Previdência também. Não à toa, Temer fundiu dois ministérios fundamentais num só: Fazenda e Previdência. Que o trabalhador e o assalariado não saiam perdendo nessa…
Maioria no Parlamento, por enquanto, o presidente em exercício tem para aprovar as medidas que considera necessária. Mas é bom lembrar. É aquela maioria “podre” (parlamentares fisiologistas que pensam mais em si que na população), que um dia já deu sustentação ao Governo Dilma. É saber até quando vai durar a lua de mel.

Defesa Civil do Município inicia distribuição de alimentos arrecadados em campanha pelo bairro Boa Vista

dc
A Prefeitura de Fortaleza entregou nesta quinta-feira, dia 12 de maio, parte dos donativos arrecadados pela Defesa Civil do Município para vítimas das chuvas. A comunidade assistida foi do bairro Boa Vista.
650 famílias do bairro foram contempladas com cestas. Os alimentos foram arrecadados na campanha movida pela Prefeitura de Fortaleza. Foram cerca de 25 toneladas de doação e mais 10 mil cestas básicas compradas pelo próprio município.
A distribuição dos alimentos começou aqui pelo Boa Vista mas deve se estender a 300 comunidades de Fortaleza, que foram mais castigadas pelas chuvas.
A cesta básica ajuda. Mas os problemas causados pelas chuvas envolvem uma preocupação maior. Quem mora às margens de rios e lagoas precisa estar mais consciente sobre os cuidados em jogar lixo para evitar facilitação nos alagamentos das casas em períodos chuvosos.

Presidente Dilma Rousseff é afastada do cargo pelo Senado por 180 dias

Como-fica-a-sucessão-caso-Dilma-seja-afastada-745x483

Aconteceu o que já era esperado. A presidente da República, Dilma Rousseff, foi afastada do cargo pelo Senado Federal por até 180 dias no processo de impeachment movido contra ela, sob a acusação de crime de responsabilidade pelo cometimento das chamadas “pedaladas fiscais” e a abertura de créditos parlamentares no exercício da presidência.

O julgamento foi político. Sem maioria na Casa, a presidente petista foi derrotada numa votação por 55 a 22. Foram mais de 21 horas de discursos, mas cada senador já tinha opinião formada. Tratou-se apenas de formalidade. No Senado, diferente da Câmara dos Deputados, não houve festa dos parlamentares com o resultado.

O vice-presidente Michel Temer (PMDB) assume a Presidência da República automaticamente após a comunicação feita pelo Senado a Dilma Rousseff. Os ministros de Dilma são exonerados e um novo Ministério nomeado por Temer assume à tarde.

Temer deverá fazer uma declaração a Nação, onde vai explicar a linha do seu Governo. A perspectiva é de um discurso onde pedirá paciência ao brasileiro e a necessidade de “sacrifícios” para tirar o País da crise.

O PT passa a partir de hoje da situação para a oposição. PMDB, DEM, PP e PSDB assumem a base de apoio do Governo. Novas propostas de um programa de Governo devem ser encaminhadas ao Congresso. De fato, os próximos meses serão ainda de incerteza e turbulência. A população espera pelas medidas.