Manifestações políticas quase geram tumulto em Motoromaria para Canindé

image (4)

O clima de acirramento político quase termina em confusão neste domingo, dia 16 de setembro, durante a realização da tradicional Motoromaria para Canindé. Depois dos motociclistas saírem de Fortaleza e chegarem em Canindé, participavam de uma celebração na gruta de Nossa senhora de Lourdes no Santuário de Canindé.

Uma pessoa usou o microfone para convidar os presentes para um ato em favor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, denominado Lula livre. Simpatizantes de Jair Bolsonaro reagiram gritando o nome do candidato.

O Santuário de São Francisco de Canindé deve se manifestar sobre o incidente nesta segunda-feira, dia 17 de setembro.

Carreata em Fortaleza reúne simpatizantes de Haddad e Ciro no mesmo evento

FORTALEZA, CE, BRASIL, 16-09-2018: Os candidatos, Camilo Santana, Cid Gomes e Eunício Oliveira, em carreata, pelas ruas de Fortaleza, saindo do Castelão até a Praia do Futuro. (Foto: Mauri Melo/O POVO).

A carreata da Arena Castelão à Praia do  Futuro, em Fortaleza, era da coligação que apóia a reeleição do governador Camilo Santana. Mas acabou reunindo simpatizantes de duas candidaturas à Presidência da República: Fernando Haddad (PT) e Ciro Gomes (PDT). A aproximação de eleitores leva a crer que, em caso de segundo turno, Ciro e Haddad, hoje empatados tecnicamente nas pesquisas, vão apoiar um ao outro.

Aqui no Ceará, o candidato à reeleição Camilo Santana (PT) já disse ter simpatia pelas duas candidaturas. Neste domingo, dia 16 de setembro, ele esteve acompanhado na carreata por Cid Gomes (PDT) e Eunício Oliveira (MDB). Os dois políticos são candidatos ao Senado. O prefeito de Fortaleza Roberto Cláudio (PDT) e a candidata a vice-governadora Izolda Cela (PDT) também acompanharam o evento.

Ciro Gomes cai em provocação e bate-boca durante coletiva de imprensa em Roraima

images (48)

Não é novidade nenhuma que o presidenciável Ciro Gomes (PDT) tem “pavio curto”. No fim de semana, em Roraima, ele caiu numa provocação e reagiu contra um suposto repórter durante entrevista coletiva.

Quando questionado sobre suas manifestações a respeito do conflito na Venezuela e dos brasileiros que agrediram alguns desses estrangeiros, Ciro interpretou se tratar de provocação e reagiu:
“Vá para a casa do Romero Jucá (candidato ao Senado por Roraima e aliado de Temer), seu filho da p…”. Instantes depois, Ciro diz para sua equipe para tirá-lo dali. “Esse aqui é do Romero Jucá. Tira ele, tira ele”, afirmou o candidato.

Segundo a assessoria de imprensa do candidato Ciro Gomes, o homem em questão não é repórter e sim assessor de um político ligado ao senador Romero Jucá (MDB), adversário do pedetista.

Camilo divide caminhadas e palanques com Cid Gomes e Eunício Oliveira

IMG_20180916_064025_603

O governador Camilo Santana (PT), candidato à reeleição, tem se esforçado para cumprir a agenda da campanha. Além de dois candidatos à Presidência da República que vem apoiando – Ciro Gomes (PDT) e Fernando Haddad (PT), ainda tem os candidatos ao Senado – Cid Gomes (PDT) e Eunício Oliveira (MDB) para dar conta.

O resultado tem sido uma maratona de comícios e caminhadas em municípios do interior e Região Metropolitana de Fortaleza. Para o eleitor, a mensagem é de que a união é a principal saída para ajudar no desenvolvimento do Ceará. Camilo tem a certeza que, com Haddad ou Ciro no segundo turno, o eleitorado cearense vai dar uma boa vantagem nas urnas.

TSE barra intenção de Lula em gravar depoimentos na TV e no rádio pró Haddad

unnamed (8)

O ministro Sérgio Banhos, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), negou neste sábado, dia 15 de setembro, pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que declarasse o direito do petista gravar áudios e vídeos de dentro da prisão. A intenção era utilizar as mídias na propaganda eleitoral no rádio e na televisão em favor do candidato do PT, Fernando Haddad.
Ao negar dar andamento ao pedido, Banhos argumenta que não é competência da Justiça Eleitoral decidir sobre a produção do material por Lula, uma vez que este assunto deve ser tratado pelo juízo responsável pela execução da pena do petista. O ex-presidente está preso na sede da PF em Curitiba após ser condenado em segunda instância.

Para Banhos, porém, apesar de reconhecer o direito à liberdade de expressão, a questão não deve ser analisada pela Justiça Eleitoral.

Rejeição do público feminino complica futuro da candidatura de Bolsonaro

images (46)

O discurso machista de Jair Bolsonaro (PSL) complica as projeções da candidatura dele à Presidência da República. Com uma rejeição elevada em todos os institutos de pesquisa é impossível pensar em vitória num segundo turno, qualquer que seja o adversário.

E mesmo internado, o candidato do PSL não para de criar desafetos, principalmente nas redes sociais. No Facebook, grupos contra Bolsonaro se multiplicam. Um dos maiores deles é o “Mulheres Unidas contra Bolsonaro”, criado durante a campanha eleitoral. O grupo soma a participação de mais de 2 milhões e 300 mil membros.

A campanha de Bolsonaro e os simpatizantes exploram bem as redes sociais, mas a rejeição ao candidato provoca discussões ácidas e até de intolerância. No Datafolha, Bolsonaro apresenta desaprovação de 44% e aparece no Ibope com 41% de rejeição.

Gilmar Mendes libera Beto Richa e garante retorno de prefeito de Tauá ao cargo

unnamed (7)

O ministro do STF, Gilmar Mendes, não consegue se manter longe dos holofotes da imprensa. Nas últimas 24 horas garantiu a liberação do ex-governador do Paraná, Beto Richa, e de sua esposa, Fernanda Richa, que passaram quatro dias presos. Gilmar também assegurou o retorno do prefeito de Tauá, Carlos Windson, ao cargo. Dois dias atrás, a Câmara Municipal de Tauá afastou Carlos Windson por improbidade administrativa e empossou o vice-prefeito, Fred Rêgo. O ministro do STF mandou suspender o processo de cassação do gestor municipal.

No caso do ex-governador Beto Richa, que é do PSDB, o desgaste na candidatura do presidenciável Geraldo Alckmin foi feito. E mais uma vez, o ministro Gilmar Mendes aparece como “salvador da pátria” dos tucanos.

TRE impede candidatura do ex-conselheiro Domingos Filho

images (45)

O ex-presidente do extinto Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), Domingos Filho, está fora das eleições 2018. Ele era candidato a deputado estadual e teve o registro barrado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Ceará na tarde desta sexta-feira, dia 14 de setembro.

O argumento para barrar a candidatura do ex-conselheiro Domingos Filho é o fato dele ocupar, ainda que em status de disponibilidade, o cargo de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE). Ex-presidente do TCM, ele foi colocado à disposição do TCE após extinção do Tribunal.

Ciro e Haddad buscam ganhar espaço e crescer nas pesquisas

images (44)

A tarefa de Ciro Gomes (PDT) e Fernando Haddad (PT) têm sido contrapor o discurso de Jair Bolsonaro (PSL) e seus aliados nas ruas, atos públicos, redes sociais e em entrevistas. Ciro Gomes não tem dispensado críticas a oficiais militares que apoiam o presidenciável do PSL.

Declarações de Ciro Gomes sobre a interferência dos militares na política provocaram mal-estar na cúpula do Exército esta semana.

Em sabatina do jornal O Globo na quarta-feira, dia 12 de setembro, no Rio de Janeiro, Ciro criticou uma entrevista do comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, na qual o militar afirmou que o próximo presidente poderá ter sua legitimidade questionada por adversários. “No meu governo, militar não fala em política. Ele estaria demitido e provavelmente pegaria uma cana. Ele está fazendo isso para tentar calar a voz das cadelas no cio que estão se animando”, disse Ciro.

Enquanto isso, Fernando Haddad estuda com o PT uma estratégia para aproveitar os últimos 23 dias de campanha. Além de concentrar as visitas em estados do Sudeste e Nordeste, a campanha do petista vai desencadear uma estratégia para incentivar o voto casado nos estados que há candidaturas competitivas a governador. Como é o caso de Camilo Santana, no Ceará. Estão previstos, pelo menos, mais duas visitas de Haddad ao Estado no primeiro turno.
A ideia é reforçar a tese do alinhamento político entre os governos federal e estadual e apresentar o nome de Fernando Haddad como futuro parceiro dos governadores aliados.

Empresário Deusmar Queirós e ex-sócios voltam à prisão por decisão do STJ

unnamed (6)

O empresário Deusmar Queirós, dono do Grupo Pague Menos, e os ex-sócios Ielton Barreto de Oliveira, Geraldo Gadelha Filho e Jerônimo Alves Bezerra estão de volta à prisão por determinação do ministro Felix Fischer, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), restabeleceu a ordem de prisão determinada por ele na semana passada.

Os quatro tinham saído em liberdade na manhã da última quarta-feira, dia 12 de setembro, por ordem do desembargador federal Roberto Machado, do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF-5).

Os quatro foram condenados, em 2010, em três instâncias da Justiça por crime contra o sistema financeiro. Eles estão recolhidos no presídio Irmã Imelda, em Aquiraz, na Região Metropolitana de Fortaleza.