Roberto Cláudio apresenta resultados da política de segurança viária na Tailândia

IMG_20181106_054452_064

Quando a política pública dá resultado, o exemplo sempre pode ser usada em outros estados ou até mesmo países. O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, fez palestra, nesta segunda-feira, dia 5 de novembro, em Bangkok, na Tailândia, no primeiro dia da 13ª Conferência Mundial sobre Prevenção de Lesões e Promoção da Segurança no Trânsito (Safety 2018), quando apresentou os resultados das políticas públicas implantadas na Capital cearense com o objetivo de ampliar a segurança viária e reduzir o número de mortes e sequelas no trânsito.
Pelos dados apresentados, desde o início da implantação dessas políticas, há quatro anos, Fortaleza já reduziu em 35% o números de vítimas fatais no trânsito e, pelo terceiro ano consecutivo, o número de mortes ficou abaixo de 300 mortes por ano.
Fortaleza passou de 377 mortes no trânsito por ano, registradas em 2014, para 256 que foi o número de vítimas fatais por acidentes de trânsito registrado em 2017.

Prefeito de Santana do Acaraú retoma o cargo, mesmo respondendo por assassinato

MARCELOARCANJO

Um exemplo de como a Lei brasileira é branda demais. Desde a segunda-feira, dia 5 de novembro, que o prefeito de Santana do Acaraú, Raimundo Marcelo Arcanjo, reassumiu o cargo. Ele é acusado de assassinar um ex-funcionário no último dia 29 de agosto. Marcelo Arcanjo foi preso em 4 de setembro, após seis dias foragido, quando confessou a autoria da ação aos policiais do Departamento de Política do Interior (DPI). À época, ele chegou a ficar detido.

O acusado do crime retorna às atividades do Município da Zona Norte do Ceará normalmente, já que não há condenação e ele havia pedido apenas licença da gestão para resolver problemas pessoais. Por ser policial federal aposentado, Marcelo tem porte de arma e teria assassinado o desafeto político na frente dos seus familiares.

 

Advogados de Lula entram com habeas corpus no STF alegando imparcialidade de Moro

lula-moro-

Depois que o juiz federal Sérgio Moro aceitou o convite do presidente eleito Jair Bolsonaro, para o posto de ministro da justiça, a defesa do ex-presidente Lula entrou com recurso no Supremo Tribunal Federal em que usa a aceitação do cargo por Moro para pedir a liberdade do petista e a anulação do processo do tríplex, em que Lula foi condenado.

Os advogados acusam Moro de perda de imparcialidade. O pedido tem caráter liminar, ou seja, caso aceito, o ex-presidente poderia ser solto imediatamente. O que motivou a defesa de Lula a apresentar o habeas corpus, foi a indicação de que a campanha de Bolsonaro já havia discutido o posto com Sérgio Moro durante a eleição.
Para os advogados do ex-presidente, o juiz federal teria sido parcial ao longo da análise do processo do triplex, o que ocasionou a condenação do mesmo a 12 anos de prisão.

Morro de Santa Terezinha recebe novas intervenções de requalificação em novembro

IMG_20181105_055851

A Prefeitura de Fortaleza inicia este mês a segunda etapa das obras de requalificação do Morro de Santa Terezinha, no Vicente Pinzón (Regional II). As intervenções têm conclusão prevista para o segundo semestre de 2019 e fazem parte do conjunto de ações integradas entre Governo do Estado do Ceará e Prefeitura de Fortaleza, por meio do projeto “Juntos por Fortaleza”.
Orçada em R$ 2,4 milhões, a nova etapa de requalificação contemplará a implantação de um elevador sobre trilhos, que será construído ao lado da escadaria principal, para facilitar o acesso ao morro de pessoas com dificuldade de locomoção. O projeto prevê ainda a construção de uma praça, caramanchões, academia ao ar livre, paisagismo, iluminação e mobiliários urbanos, como bancos e lixeiras.

 

Bancada de Bolsonaro tenta aprovar pautas polêmicas no Congresso ainda este ano

images (38)

Parlamentares que apoiam o novo Governo Bolsonaro tentam aprovar pautas polêmicas no Congresso Nacional ainda este ano. Mas não será fácil. Na lista estão desde temas que serviram de bandeira de campanha do presidente eleito até medidas econômicas para tentar aliviar as contas no início do seu mandato.

Nesta semana, duas destas propostas até chegaram a ser pautadas, na esteira da euforia causada pela eleição de Bolsonaro, mas não foram votadas. No Senado, manobra de partidos da oposição impediu que o senador Magno Malta colocasse em votação texto que altera a lei antiterrorismo. Malta é o relator da proposta.
Em outra frente, parlamentares do PT, PC do B e PSOL na Câmara se organizaram para evitar a análise do projeto Escola sem Partido, que prevê uma série de medidas a serem adotadas em sala de aula contra o que defensores da ideia chamam de “doutrinação”.

Também há a expectativa de que o Congresso revogue o Estatuto do Desarmamento, flexibilizando regras como a compra e o porte de armas de fogo. Ainda há pressão para retomar a análise da Reforma da Previdência que foi enviada pelo presidente Michel Temer ao Congresso. Aliados de Bolsonaro querem que a proposta seja votada ainda neste ano para que o próximo presidente não tenha que se desgastar politicamente com uma questão polêmica logo no início do seu mandato, que se inicia em janeiro.

Articulações para sucessão na Assembleia Legislativa e Câmara Municipal de Fortaleza ganham força

Salmito-Filho-e-Zezinho-Albuquerque

A sucessão nas Mesas Diretoras da Assembleia Legislativa do Ceará e na Câmara Municipal de Fortaleza já está em debate entre os partidos da base do governador Camilo Santana (PT) e do prefeito Roberto Cláudio (PDT), respectivamente.

Na Assembleia, o PDT dos irmãos Ferreira Gomes, que elegeu o maior número de deputados estaduais para a próxima legislatura, busca o protagonismo. Já coloca pelo menos cinco nomes para a disputa: o atual presidente Zezinho Albuquerque; o atual líder do Governo, Evandro Leitão; José Sarto; Sérgio Aguiar, que concorreu na eleição passada com Zezinho Albuquerque; e Tin Gomes, atual vice-presidente da AL.

A eleição da nova Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, que tem nove membros a serem indicados na chapa, acontecerá apenas no dia 1° de fevereiro de 2019. As articulações já começam de agora, pelo fato de ser uma tradição se buscar um consenso, a fim de evitar disputas no Plenário como ocorreu na sucessão passada.

Na Câmara Municipal de Fortaleza, com a eleição do atual presidente Salmito Filho (PDT) para deputado estadual, a partir de 2019, será eleito um novo comandante para a Casa. O vereador Elpídio Nogueira (PDT) é um dos candidatos. Também estão na briga os vereadores Antônio Henrique, Didi Mangueira e Adail Júnior, todos da base do prefeito Roberto Cláudio.

Enem de 2018 conta com mais de 300 mil candidatos no Ceará

images (37)

Este domingo, dia 4 de novembro, será o primeiro de dois dias do Exame Nacional do Ensino Médio de 2018. No próximo dia 11 será o segundo dia de provas. É importante lembrar que os candidatos devem ficar atentos para o horário de verão. O fechamento de portões no Ceará será ao meio-dia.
São 328.591 candidatos do Ceará. O número de inscritos desta edição, que representa 6% do total nacional, é menor do que o registrado no ano passado, quando 365.253 participantes estavam inscritos.
se comparado a 2016, quando 515.601 cearenses se inscreveram para a seleção, a redução foi ainda maior: 36,2%. A queda brusca, a partir da edição de 2017, segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), se deu em virtude do Enem ter deixado de certificar o Ensino Médio, sendo agora de responsabilidade do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja).

Juiz Sérgio Moro adere ao Governo Bolsonaro. Tem mais a perder ou a ganhar?

images (35)

O juiz federal Sérgio Moro deixa o posto de principal estrela da Lava Jato para assumir o comando do Ministério da Justiça no governo do presidente eleito Jair Bolsonaro. Resolveu deixar o Judiciário para entrar de vez na política. Tem mais a perder ou a ganhar?

Está claro que Moro, ao aceitar o convite de Bolsonaro, está de olho em uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF). O mesmo aconteceu recentemente com Alexandre de Moraes que foi ministro de Temer e, na sequência, indicado para o STF.

Só o que o desafio para Sérgio Moro é assumir uma pasta ampliada no Ministério da Justiça, com funções que vão desde o controle de presídios até a Polícia Federal. Tarefa fácil? Que nada. Dificílima. Agora, Moro deixa o papel de juiz para ocupar a função de gestor. Terá de fazer a máquina pública funcionar, sob pena de virar alvo da mídia e da opinião pública.

Sobre a sua indicação por Bolsonaro, Sérgio Moro deu fôlego aos críticos que apontam motivação política em sua atuação como magistrado. Principalmente, o PT. Moro conduziu o processo que desencadeou na prisão de Lula, divulgou a delação de Antônio Palocci às vésperas do 1° turno das Eleições 2018, sem contar as conversas telefônicas reservadas entre Lula e Dilma na época do impeachment. Condutas bastantes questionáveis para um juiz federal, que comanda a principal operação de combate à corrupção no País. A nomeação dele gerou até questionamentos na mídia internacional.

O sucesso de Sérgio Moro no ampliado Ministério da Justiça depende dele, como também do desempenho do Governo Bolsonaro. Os desafios são muitos e os eleitores prometem cobrar resultados. A qualquer deslize, o juiz federal se transformará em alvo.

Quanto a Operação Lava Jato, quem deve assumir em um primeiro momento o andamento dos processos na primeira instância é a juíza substituta Gabriela Hardt.

 

Campanha Novembro Azul têm reforço com o Centro de Atenção à Saúde do Homem no Meireles

cmf-saude-do-homem-11-1

A Campanha Novembro Azul de prevenção ao câncer de próstata começou neste 1° de novembro, em Fortaleza. O atendimento ao público masculino na Capital é feito nos postos de saúde, que encaminham o paciente para fazer o exame no Centro de Atenção à Saúde do Homem, que agora passou a funcionar no bairro Meireles, em Fortaleza. Antigamente, funcionava no bairro Antônio Bezerra. “Vamos aumentar o número de pessoas atendidas”, ressaltou Gustavo Pérsico, coordenador do Centro de Atenção à Saúde do Homem.
A demanda de homens que procura fazer o exame do câncer de próstata é sempre crescente. “A Prefeitura de Fortaleza fechou uma parceria com o Governo do Estado para ampliar o número de pessoas atendidas”, afirmou Roberto Cláudio, prefeito de Fortaleza.
Durante a campanha Novembro Azul, que teve início hoje, a Secretaria de Saúde do Estado também fará parcerias com prefeituras do interior para incentivar a realização dos exames. “Importante esta parceria com os municípios para sensibilizar o homem a buscar atendimento”, disse Henrique Javi, secretário de Saúde do Estado.

Governo Bolsonaro projeta fusões para fechar ministérios em 15 pastas

images (34)

A equipe do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) avalia fusões em ministérios que podem chegar a 15 pastas. Apesar de críticas de todos os lados, a meta é enxugar, muitas vezes sem pensar na eficiência de um ministério com funções e responsabilidades acumuladas.

No planejamento até agora estão: Casa Civil com a Secretaria de Governo – Onyx Lorenzoni; Economia (fusão de Fazenda, Planejamento e Indústria, Comércio Exterior) – Paulo Guedes; Defesa – General Heleno; Ciência e Tecnologia (com ensino superior) – Marcos Pontes; Educação, Cultura e Esporte; Agricultura e Meio Ambiente; Trabalho; Minas e Energia; Relações Exteriores (está em discussão se será um diplomata ou alguém formado em relações internacionais); Integração Nacional (ainda não está definido, mas deve juntar com Cidades e Turismo); Infraestrutura, juntando com Transportes; Gabinete de Segurança Institucional (talvez mude o nome para ministro de Segurança Institucional, ao invés de ministro chefe do gabinete) – deverá ser um nome ligado ao Exército; Desenvolvimento Social junto com Direitos Humanos (pode ser uma mulher ligada a movimentos); Justiça e Segurança (juiz Sérgio Moro é o mais cotado) e Saúde.